Emboscada termina com mais de 15 mortos no Congo

Autoridades do país revelaram que as pessoas voltavam de um mercado quando foram atacadas a tiros na cidade de Maimoya, na província de Kivu

0

Informações divulgadas pela agência de notícia “France Presse” revelaram que uma emboscada culminou na morte de 16 pessoas e ainda deixou nove feridas no leste da República Democrática do Congo, nesta sexta-feira (23). De acordo com a agência, autoridades locais revelaram que as pessoas voltavam de um mercado e foram atacadas a tiros na cidade de Maimoya, na província de Kivu.

Ainda conforme a “France Presse”, a principal suspeita é a de que o ataque tenha tido o envolvimento das Forças Democráticas Aliadas (ADF), um grupo armado ligado ao Estado Islâmico na África Central.

Segundo o prefeito da cidade onde os ataques aconteceram, Nicolas Kikuku, a emboscada teria acontecido em um cruzamento, onde é organizado um mercado. “Temos 16 corpos no necrotério do hospital geral de referência de Oicha”, informou o chefe da administração local.

Ainda de acordo com o prefeito, das vítimas, 15 são adultas — seis mulheres e nove homens — e uma criança, todos mortos a tiros. “No momento estamos tentando estabilizar nove feridos”, revelou à agência Jérôme Munyambethe, um médico local.

Atualmente, a região onde aconteceu o ataque está em estado de sítio por conta da ação de grupos armados que andam aterrorizando a população do país. No começo deste ano, o presidente do Congo, Félix Tshisekedi, substituiu as autoridades civis por oficiais do exército e da polícia.

Mortes no Congo

De acordo com a “France Presse”, a ADF é composta por rebeldes muçulmanos de Uganda que se estabeleceram há mais de 30 anos no leste do Congo. Por lá, o grupo é acusado de massacres que já deixaram pelo menos seis mil civis mortos desde 2013.

Além disso, o grupo é considerado o mais violento entre as centenas de grupos armados ativos no leste do país. Atualmente, alguns ataques da ADF são reivindicados pelo Estado Islâmico, que considera o grupo a sua “filial” sediada na África Central.

Leia também: Ataque acaba em três mortos e cinco ficam feridos no Rio

Veja Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.