Dupla se recusa a pagar almoço de crianças e espanca garçom de 17 anos no litoral de SP

O jovem foi espancado após ser flagrado anotando a placa do veículo em que a dupla que não queria pagar a refeição de duas crianças estava

0

Um caso triste e revoltante foi registrado em Praia Grande, no litoral de São Paulo. Por lá, um garçom, de 17 anos, foi espancado com socos, chutes e até cadeirada por uma dupla que se recusou a pagar a conta do almoço de três crianças em um restaurante da cidade. De acordo com as informações, o caso foi registrado na quarta-feira (28) e o jovem, que precisou ser levado para um hospital da cidade, recebeu alta na quinta-feira (29).

De acordo com a Polícia Civil, o caso está sendo investigado e ninguém ainda foi identificado. Em entrevista ao portal “G1”, a mãe de Leonardo Bezerra, Rosely Aparecida, relatou que o jovem foi espancado depois que foi flagrado anotando a placa do veículo em que eles estavam, a pedido da dona do restaurante, para evitar que eles voltassem a ser atendidos no local.

Segundo as informações, os suspeitos, dois homens, chegaram ao restaurante acompanhados de uma mulher e três crianças, na quarta-feira (27). Juntos, os seis almoçaram por um preço único de R$ 14,99 para cada pessoa. Todavia, na hora de realizar o pagamento, a dupla acabou iniciando uma discussão com os funcionários, pois se negou a pagar pela refeição consumida pelas crianças.

O jovem foi espancado após ser flagrado anotando a placa do veículo em que a dupla que não queria pagar a refeição de duas crianças estava.
O jovem foi espancado após ser flagrado anotando a placa do veículo em que a dupla que não queria pagar a refeição de duas crianças estava. (Foto: reprodução)

“Eles disseram que elas eram pequenas e que não tinham comido muito, então, não iam pagar esse valor”, relata a mãe do garçom, que ainda contou que eles pagaram pelas refeições dos adultos e saíram do restaurante, em direção ao veículo da família, para irem embora. Foi neste momento que o jovem foi anotar a placa a pedido da patroa.

Ao perceber que o garçom estava anotando a placa, os dois correram até o jovem e começaram as agressões. “Eles viram, correram e pegaram uma cadeira. Deram nas costas dele, e ele caiu. Nisso, os agressores subiram em cima do menino e começaram a espancar ele”, conta a mãe ao portal “G1”.

“Estou indignada. Foi uma covardia, agrediu por quê? Se fosse um cara grandão, eu duvido que tinham feito isso com ele. Ele está assustado, não consegue dormir direito e só chora”, desabafou a mãe. Por fim, as informações são que, apesar das agressões, o jovem não teve ferimentos graves.

O caso foi registrado no 2º DP de Praia Grande como lesão corporal de autoria desconhecida. O garçom fez o exame de corpo de delito na quinta (29) e as imagens que flagraram o momento foram entregues à polícia. Além disso, a placa do veículo e também o recibo do cartão de crédito usado pelos agressores foram recolhidos pela corporação.

Leia também: Mulher chuta PM ao ser presa por injúria racial no DF; veja o vídeo

Veja Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.