Dinheiro esquecido: CAIXA libera valores para mais de 400 mil trabalhadores; entenda

Abono foi esquecido por milhares de trabalhadores

0

Quase 500 mil brasileiros têm um dinheiro esquecido e parado, aguardando para ser resgatado! Como? Trata-se de um grupo de trabalhadores que ainda não resgatou o abono salarial PIS/PASEP do ano-base 2020.

A saber, são mais de 125 mil funcionários de empresas privadas que não sacaram o PIS, pago pela Caixa Econômica Federal, e outros mais de 350 mil servidores públicos não resgataram o Pasep, creditado pelo Banco do Brasil.

E agora, como recuperar esse dinheiro esquecido? É exatamente isso que vamos abordar neste artigo.

Boa leitura!

Dinheiro esquecido: CAIXA libera valores para mais de 400 mil trabalhadores; entenda
Imagem: Reprodução

Dinheiro esquecido do abono salarial

Em primeiro lugar cabe destacar que o prazo para resgate vai até o dia 29 de dezembro de 2022. Ainda mais, o total pode chegar a um salário mínimo, atualmente estabelecido no valor de R$ 1.212.

Tem direito ao abono salarial do ano-base 2020, quem recebeu, em média, até dois salários mínimos mensais com carteira assinada e exerceu atividade remunerada durante, pelo menos, 30 dias naquele ano.

Além disso, é preciso que o trabalhador já estivesse inscrito no PIS/Pasep há pelo menos 5 anos naquele ano, e com os dados atualizados pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais) ou eSocial, conforme categoria da empresa.

Como sacar o valor a que tenho direito?

Se você está entre esse grupo que tem dinheiro esquecido para receber, fique tranquilo que vamos te orientar.

Desse modo, quem tem direito ao PIS, precisa se dirigir à uma agência da Caixa Econômica, agência lotérica ou terminal de autoatendimento Caixa, para realizar o saque do valor parado. Lembre-se de levar um documento oficial com foto, ok?

Já para os que têm direito ao Pasep, o procedimento deve ser realizado no Banco do Brasil e também mediante a apresentação de um documento oficial com foto.

Existe algum canal para consulta do abono salarial?

Sim! Vale mencionar que os trabalhadores podem consultar se têm direito ao abono salarial por meio do telefone 158, ou ainda através do aplicativo Carteira de Trabalho Digital.

Leia ainda: Auxílio retroativo de até R$ 3.000: Veja quem tem direito a receber a parcela

5/5 - (1 vote)

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.