Décimo Terceiro 2021: Saiba quando será realizado o pagamento

Confira as informações sobre o cronograma do 13º salário

0

Diante do encerramento do auxílio emergencial e a proximidade do final do ano, uma das maiores expectativas dos brasileiros é em relação à chegada do décimo terceiro 2021.

A saber, todos os empregados com carteira assinada têm direito a receber o equivalente a um mês de salário extra, caso tenha trabalhado o ano inteiro na empresa.

Ainda mais, mesmo aqueles que não atuaram o ano todo, têm direito e recebem proporcionalmente ao período trabalhado.

Décimo Terceiro 2021: Saiba quando será realizado o pagamento
Décimo Terceiro 2021: Saiba quando será realizado o pagamento – Imagem: Montagem Brasil 123

Quando o décimo terceiro 2021 será pago?

A primeira parcela deve ser paga até o dia 30 de novembro, sendo uma obrigação para todos os empregadores que possuem funcionários contratados pelo modelo CLT, isto é, com carteira assinada, que tenham trabalhado por pelo menos 15 dias durante o ano e não tenham sido demitidos por justa causa.

Já a segunda parcela deve ser paga até o dia 20 de dezembro.

Como é pago o 13º?

Na primeira parcela, o trabalhador recebe 50% do valor total do seu salário bruto, sem nenhum desconto. No pagamento da segunda, são descontados Imposto de Renda e INSS, ou seja, ela tem um valor menor do que a primeira.

Vale informar que o trabalhador que pede o adiantamento do 13º salário nas férias não recebe a 1ª parcela, somente a 2ª.

Neste ano, cerca de 83 milhões de brasileiros devem receber o 13º, com um valor médio de R$ 2.539, de acordo com o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese).

Dessa forma, a economia brasileira receberá uma injeção de R$ 232,6 bilhões, o que representa aproximadamente 2,7% do Produto Interno Bruto (PIB) do País.

E o INSS?

Vale lembrar que o 13º salário do INSS costuma ser pago entre os meses de agosto e novembro, mas em razão da pandemia, o governo federal realizou a antecipação para os meses de maio e junho.

Este recurso também foi utilizado em 2020, quando o 13º dos aposentados e pensionistas foi pago nos meses de março e maio.

A medida foi realizada por meio de decreto assinado pelo Presidente Jair Bolsonaro, e não teve impacto orçamentário, uma vez que ocorreu apenas a antecipação do pagamento do benefício, sem acréscimo na despesa que já estava prevista para o ano.

A saber, o valor movimentado na antecipação do 13º foi de R$ 50 bilhões.

Confira também: Auxílio Brasil: O benefício é cancelado para quem consegue emprego? Descubra agora mesmo

Avalie o Artigo:

Está "bombando" na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.