Datafolha: 63% dos brasileiros não ganha o suficiente e tem problemas financeiros

Pesquisa revela que 67% dos entrevistados acredita que a economia brasileira piorou nos últimos meses

0

A maioria dos brasileiros vem enfrentando muitos desafios para manter as finanças em ordem. Pelo menos é o que aponta a mais nova pesquisa Datafolha, divulgada neste domingo (26) pelo jornal “Folha de S.Paulo”.

De acordo com a pesquisa, 63% dos brasileiros afirmaram que não ganham o suficiente e que possuem problemas financeiros. Desse total, 37% disseram que o orçamento familiar não é suficiente. Aliás, esse percentual também afirmou que, às vezes, chega a faltar dinheiro no mês. Por sua vez, 26% desse total disse que ganha muito pouco.

A saber, o Datafolha ouviu 2.556 brasileiros em 181 cidades brasileiras na quarta-feira (22) e na quinta-feira (23). Segundo a pesquisa, a margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

Vale destacar que a parcela de brasileiros que relatava limitações financeiras vinha caindo desde julho de 2016. À época, o percentual havia chegado a 67%, recorde da série histórica. Com as quedas recorrentes, a taxa caiu para 55% há um ano, mas voltou a subir em 2022.

Você também pode gostar: Datafolha: aumento da inflação pode mudar voto de 31% dos eleitores

Veja mais detalhes da pesquisa Datafolha

A pesquisa também revelou que 37% dos brasileiros afirmaram que o dinheiro que a família ganha no mês não é suficiente e às vezes falta. Enquanto isso, 32% disseram que ganham exatamente o que precisam para viver, mas 26% afirmaram que o orçamento é muito pouco, trazendo muitas dificuldades. Apenas 5% disseram que ganham mais que o suficiente.

O Datafolha também fez outras perguntas aos entrevistados. Veja abaixo as respostas registradas pela pesquisa:

Em relação à inflação nos próximos meses, 63% dos brasileiros acredita que a taxa vai subir. Por outro lado, 13% afirmou que a inflação deverá diminuir, enquanto 19% acredita que ficará como está.

Sobre o desemprego, 45% dos brasileiros acredita que as taxas vão piorar daqui pra frente. Por sua vez, 27% disse que a situação deve ficar como está, enquanto 23% acha que o desemprego vai diminuir no país.

As respostas também foram negativas sobre a situação econômica do país. A saber, 67% dos entrevistados disse que a economia brasileira piorou nos últimos meses, 17% afirmou que o cenário ficou como estava e 15% disse que melhorou.

Sobre a situação econômica do entrevistado, 47% disse que piorou, 32% afirmou que ficou como estava e 20% disse que melhorou.

Leia também: Nordeste tem os combustíveis mais caros do país; veja valores

Avalie o Artigo:
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.