Criciúma vence o Figueirense em clássico de Santa Catarina na Série C

Com o resultado, time da casa assume a liderança provisória

0

O Criciúma venceu o Figueirense por 1 a 0 na tarde desta sexta-feira (23), no estádio Heriberto Hulse, em Criciúma, pela nona rodada da primeira fase do Campeonato Brasileiro da Série C.

Com o resultado, o Tigre, comandado pelo técnico Paulo Baier, foi a 17 pontos e assumiu momentaneamente a liderança do grupo B.

Por sua vez, o Figueira, comandado por Jorginho, perde o clássico catarinense, segue com 10 pontos, em sétimo lugar, e corre até o risco de fechar a rodada na zona de rebaixamento.

Agora, na próxima rodada, já na abertura do returno da chave, o Figueirense volta a jogar no dia 1º de agosto, um domingo, a partir das 11h, no estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis, quando recebe o Novorizontino.

Enquanto isso, o Criciúma só volta a jogar pela Série C no dia 4 de agosto, em visita ao Ituano, a partir das 17h, no estádio Novelli Junior, em Itu.

Isso porque antes faz os dois jogos contra o Fluminense pelas oitavas de final da Copa do Brasil.

Assim, já nesta terça (27), recebe o time carioca a partir das 19h15, no estádio Heriberto Hulse.

Depois, no dia 31, um sábado, faz o jogo de volta contra o Tricolor no estádio do Maracanã, a partir das 16h30.

O jogo

Em campo, o Criciúma começou o jogo de forma mais agressiva e chegou a balançar a rede logo aos 11min com o zagueiro Rodrigo, mas ele estava impedido e o gol foi anulado.

Em seguida, o estreante atacante Silvinho foi levantar a bola na área, mas ela quase entrou e foi pela linha de fundo, assustando o goleiro.

Depois, aos 20min, Silvinho quase marcou em chute forte, onde o goleiro Rodolfo Castro desviou para escanteio.

Na cobrança, Hygor aproveitou levantamento do atacante e fez 1 a 0.

Assim, com o Criciúma em vantagem, o Figueira precisou sair mais para o jogo, porém, faltava objetividade.

Assim, o Tigre foi para o intervalo com vantagem parcial.

Segundo tempo

Na etapa final, o Figueirense voltou pressionando e quase empatou aos 6min com Guilherme Teixeira, em chute que exigiu boa defesa de Gustavo.

Em seguida, menos de um minuto depois, foi a vez de Bruno Paraíba arriscar e o goleiro fazer grande defesa.

Outra chegada do Figueira veio aos 17min, novamente com Guilherme Teixeira, que cabeceou e o goleiro defendeu.

Assim, o time visitante propunha o jogo, mas não conseguia fazer o gol de empate, enquanto o Tigre se defendia bem.

No final, o placar parcial foi mantido, com a vitória do Tigre.

Leia também: Avaí comemora boa fase e mira sequência de jogos em casa

Veja Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.