Criciúma tem dois expulsos e fica no empate com o Botafogo da Paraíba pela Série C

Com esse resultado, o time catarinense, sob comando do técnico Cláudio Tencati, vai a 5 pontos no grupo C, atrás do Ituano, que lidera

0

O Criciúma teve dois jogadores expulsos e ficou no empate por 0 a 0 contra o Botafogo da Paraíba na noite deste sábado (16), no estádio Heriberto Hulse, em Criciúma, pela terceira rodada do quadrangular final do Campeonato Brasileiro da Série C.

Com esse resultado, o time catarinense, sob comando do técnico Cláudio Tencati, vai a 5 pontos no grupo C, atrás do Ituano, que lidera.

Por sua vez, o time paraibano está com dois pontos, em penúltimo lugar na classificação.

Mais cedo, o Ituano venceu o Paysandu por 3 a 1, de virada, no estádio Novelli Junior, em Itu, e foi a 6 pontos, deixando o Papão na lanterna, com 2.

No jogo deste sábado, o público total foi de 3.794 pagantes, com renda de R$ 67.725.

Agora, na próxima rodada, o Tigre volta a jogar contra o mesmo adversário, no outro sábado, a partir das 19h, no estádio Almeidão, pelo returno do quadrangular.

O jogo

O Criciúma começou o jogo bem, em cima do adversário e dando a impressão de que iria se impor.

No entanto, logo aos 8min, o volante Dudu Vieira, do Tigre, fez uma falta dura no meio de campo e, com o auxílio do VAR (árbitro de vídeo), acabou expulso de campo.

Ainda assim, o time da casa foi para cima e quase abriu o placar aos 11min, com Claudinho, que chutou forte, à direita, e a bola ainda desviou na zaga.

Porém, o ímpeto do time da casa acabou logo e, aos poucos, o Botafogo naturalmente foi mais para cima, tentando pressionar.

No entanto, os visitantes não conseguiam aproveitar a vantagem numérica, embora ficassem bastante com a posse de bola, sem muita objetividade ofensiva.

Assim, o Botafogo só conseguiu levar mais perigo na reta final do primeiro tempo, quando passou a pressionar mais.

Ainda assim, no último ataque do primeiro tempo, Silvinho cobrou falta com perigo e goleiro do Botafogo fez grande defesa, na melhor chance do primeiro tempo.

Etapa final

Depois do intervalo, o Criciúma voltou mais ofensivo, tentando pressionar, mesmo com um homem a menos.

E, aos 2min, perdeu uma grande chance com Fellipe Matheus, que acertou um chute perigoso, de fora da área, com bola desviada e passando perto do gol.

No entanto, o Botafogo conseguiu depois melhorar e também passou a levar perigo, embora ainda sem a lucidez necessária para fazer o gol.

Mas, aos 25min, o VAR chamou o árbitro de campo para analisar outro lance de expulsão de jogador do Criciúma Léo Costa, que acertou o chute no rosto do jogador do Botafogo.

Assim, o time da casa ficou com dois homens a menos, restando ainda mais 20 minutos de partida.

Apesar disso, o Tigre não sofria tanta pressão e até tentava chegar nos contra-ataques, levando certo perigo.

Nos acréscimos, o Criciúma ainda teve uma falta perigosa no ataque, mas desperdiçou.

Leia também: Operário e Londrina ficam no empate sem gols pela Série B e seguem ameaçados

Avalie o Artigo:

Está "bombando" na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.