CPF negativado? Veja como consultar e negociar as dívidas para limpá-lo

Aprenda como consultar gratuitamente se seu CPF está com restrições

0

Dados do mês de abril de 2022 representam um novo recorde de brasileiros endividados: 77,7% das famílias encerraram o mês com alguma pendência financeira. O mês de março teve um percentual um pouco menor, representando 77,5%.

Os dados foram obtidos por um levantamento realizado pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).

A pesquisa também apontou que a inadimplência bateu um recorde histórico, tendo um salto de 4,3% no número de famílias endividadas ou com contas atrasadas, em um ano.

Como saber se meu CPF está negativado?

Alguns sites e aplicativos permitem que os cidadãos consultem a situação do seu CPF gratuitamente. Vale lembrar, que para a realização da consulta, é preciso fazer um cadastro prévio.

Veja a seguir os principais sites – e aplicativos – com consulta gratuita.

Serasa

Um dos portais mais conhecidos é o Serasa. O cidadão pode realizar o cadastro de forma simples e rápida para efetuar a consulta da situação do seu CPF por meio de:

  • Site do Serasa;
  • Aplicativo para celular, disponível para Android e iOS;
  • Ligação telefônica para o número 0800 591 1222.

Boa Vista SCPC

A Boa Vista é uma empresa brasileira que permite estabelecer uma relação de consumo, entre empresas e consumidores de forma mais equilibrada, por meio de uma inteligência analítica. O cidadão pode fazer a consulta por meio do:

  • Site do Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito);
  • Aplicativo para celular, disponível para Android e iOS.

SPC Brasil

O Serviço de Proteção do Crédito é uma empresa de tecnologia que possui vínculo com a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CDL). A forma de acesso para consulta é:

Saiba como limpar o nome

Se por meio da consulta o CPF apresentar restrições e, com isso, estiver incluído em um cadastro de proteção ao crédito, o consumidor terá mais dificuldade de ter acesso a crédito no mercado. Entretanto, visto as restrições no CPF, é preciso proceder com a regularização da situação.

Primeiramente, o cidadão precisa confirmar se a dívida indicada é devida: Verificar se a empresa negativou o nome ou se o pagamento realmente não foi efetuado.

Constatado a veracidade da dívida, sem fraude ou golpe, o consumidor precisa reconhecê-la e solicitar a negociação. Caso a negociação consista em parcelamento da dívida, o CPF deve ser retirado do cadastro de inadimplentes logo após o pagamento da primeira parcela.

Caso o CPF seja incluído no cadastro de restrições indevidamente, o consumidor precisará comprovar o pagamento da dívida e, em último caso, acionar o órgão de defesa do consumidor para que a situação seja devidamente regularizada.

 

Leia também: Caixa Tem: Passo a passo para atualizar o aplicativo e pedir o empréstimo SIM Digital

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.