Covid-19: Indígena de 8 anos é a primeira criança vacinada no Brasil

Imunizante da Pfizer foi aplicado em solenidade no Hospital das Clínicas (SP)

0

Nesta sexta-feira (14), em evento organizado pelo governador de São Paulo, João Doria (PSDB), no Hospital das Clínicas, na capital paulista, a primeira dose da vacina infantil contra Covid-19 foi aplicada em uma criança no Brasil.

Na ocasião, o indígena Davi Seremramiwe Xavante, de 8 anos, que tem uma doença motora rara, e outras 14 crianças com comorbidades foram imunizadas com a vacina da Pfizer para uso pediátrico. O início da campanha oficial de vacinação infantil contra Covid-19 em São Paulo está marcado para segunda-feira (17).

Natural do Mato Grosso, Davi mora em Piracicaba, no interior de São Paulo, com uma tutora que o acompanha nas consultas no Hospital das Clínicas. Seu caso está sendo estudado por especialistas do Instituto da Criança, pois há outras crianças da mesma tribo com sintomas parecidos com os do menino.

Seu pai, o Cacique Jurandir, que mora no Mato Grosso, disse que Davi servirá de exemplo às outras crianças e agradeceu a Doria, além de comemorar a vacinação do filho.

“Estou muito feliz pelo Davi ter tomado a primeira dose, ser um exemplo para a criançada de 5 a 11 anos. Que o resto do Brasil possa fazer essa vacinação para salvar, para que amanhã possamos ter alegria, sorriso. Que o Ministério da Saúde corra e que atualize e tenham prioridade para a nossa criançada”, disse ele.

Após o anúncio do pré-cadastro para vacinação infantil em São Paulo, a plataforma Vacina Já recebeu mais de 230 mil registros de crianças entre 5 e 11 anos. A recomendação do governo estadual é dar prioridade aos pequenos com comorbidades, que devem ser comprovadas com receitas, exames, relatórios ou prescrições médicas.

Confira abaixo a lista de comorbidades

  • Insuficiência cardíaca
  • Cor pulmonale e hipertensão pulmonar
  • Síndromes coronarianas
  • Valvopatias
  • Miocardiopatias e Pericardiopatias
  • Doença da Aorta, dos Grandes Vasos e Fístulas arteriovenosas
  • Arritmias cardíacas
  • Cardiopatias congênitas
  • Próteses valvares Dispositivos cardíacos implantados
  • Talassemia
  • Síndrome de Down
  • Diabetes mellitus
  • Pneumopatia crônicas graves
  • Hipertensão arterial resistente e de artéria estágio 3
  • Hipertensão estágios 1 e 2 com lesão e órgão alvo
  • Doença cerebrovascular
  • Imunossuprimidos (incluindo pacientes oncológicos)
  • Anemia Falciforme
  • Obesidade mórbida
  • Cirrose hepática
  • HIV
Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.