Conheça as ações do Ibovespa com os maiores ganhos em novembro

Apenas 39,1% dos papéis da Bolsa Brasileira encerram o mês no azul; os três maiores avanços vêm de TIM, Locamerica e Dexco

0

O Ibovespa encerrou novembro no vermelho, quinto resultado negativo consecutivo. Embora isso possa parecer muito ruim, há quem prefira ver o lado positivo deste fato. Sim, há algo bastante positivo na queda do Ibovespa em novembro, que ela foi bem menor que a de outubro.

A saber, o principal índice acionário da Bolsa Brasileira havia despencado 6,74% em outubro, mas o recuo em novembro ficou em 1,53%. Aliás, com o acréscimo desse resultado, as perdas acumuladas em 2021 chegaram a expressivos 14,37%. E a maioria das ações também não escapou do vermelho em novembro.

Contudo, mais uma vez, o resultado foi muito melhor que o do mês anterior. Em resumo, apenas 13,19% das ações encerraram outubro com ganhos. Já em novembro, esse percentual ficou em 39,1%, com 36 das 92 ações acumulando ganhos no mês.

A propósito, quem liderou o ranking mensal foi a TIM, cujos papéis saltaram 22,99%. Em resumo, houve alguns destaques pontuais que impulsionaram as ações da empresa em novembro. O primeiro deles foi a proposta da gestora de fundos norte-americana KKR para compra da Telecom Italia, que é a controladora da TIM no Brasil.

O mercado também reagiu bem ao acordo entre a TIM Brasil e a empresa norte-americana Qualcomm. Em suma, o objetivo deste acordo é desenvolver um plano técnico para atrair fornecedores de equipamentos. Assim, buscam a implementação da infraestrutura das redes 5G através de soluções Open RAN.

Conheça as outras ações do Ibovespa com fortes avanços no mês

A segunda posição ficou com a Locamerica, com ações disparando 17,44% no mês. A líder de locação de frotas e veículos para empresas se beneficiou com a possibilidade da fusão com a Localiza. Com isso, ambas as empresas conseguiram bons resultados no mês. Inclusive, a Localiza ficou na nona posição do ranking, com ganhos de 12,83% em novembro.

Já a Dexco ficou em terceiro lugar, com um avanço de 16,25% no mês. Vale destacar a Suzano, cujos papéis saltaram 14,08%, sexto maior ganho do mês. Ambas as empresas são representantes do setor de celulose e surpreenderam o mercado com resultados mais positivos que o esperado. Em suma, o que mais impulsionou as ações foram os preços elevados do dólar e da própria commodity.

Completando o top 10, ficaram: Iguatemi (14,98%), Energisa (14,82%), Lojas Americanas (13,25%), Brasil (13,03%) e Ultrapar (10,57%).

Leia Mais: Maranhão segue com menor percentual de trabalhadores formais do país

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.