Como diferenciar a ansiedade normal de um quadro patológico

Essa é uma dúvida recorrente de pessoas que tem

0

A ansiedade é uma sensação incômoda no corpo diante de situações novas. Ela pode gerar sensações físicas, como aumento da frequência cardíaca, tremores e enjoos. Contudo, há a ansiedade normal e há aquela que atrapalha uma pessoa a viver, interferindo até mesmo nas coisas simples do dia a dia. Saiba diferenciar as suas, no artigo abaixo.

Lidar com a ansiedade: como utilizar a respiração pode aliviá-la

A ansiedade pode ser algo saudável

Nós sentimos ansiedade frequentemente quando algo novo está para acontecer. A sensação diante do desconhecido é completamente normal. Na verdade, ela pode nos incentivar a vencer os desafios e os nossos medos. Isso porque, por mais sensações físicas que existam, elas são superáveis.

Esse tipo de ansiedade é normal porque você abe o motivo para testar ansioso. E depois que o motivo acontece, ela passa da mesma forma que chegou. Ela é controlável e você consegue fazer o que precisa, sem que ela atrapalhe. Ela é, inclusive, importante, porque ela é quem faz a gente agir rápido diante de situações perigosas.

Quando a ansiedade é patológica

Ao contrário da ansiedade normal, a patológica não tem uma causa específica. Uma pessoa está tensa o tempo todo e sentindo-se ansiosa sem motivo. Por isso, ela começa a se atrapalhar nas suas tarefas, mesmo as mais simples. E é pior ainda quando algo novo está para acontecer, porque as sensações físicas chegam a ser paralisantes. Se a sua ansiedade é grande e o medo de fazer algo novo te impede de fazê-lo, está na hora de analisar e trabalhar para que ela pare de influenciar sua vida.

A importância do sono na sua saúde e para o organismo

Existem, ainda, as crises de ansiedade, que são momentos onde a ansiedade atinge o seu pico, gerando muito desconforto físico e pensamentos de medo e insegurança muito fortes. Elas duram alguns minutos e passam depois, mas o medo delas acontecerem de novo fica. Muitas pessoas sofrem com essas crises de forma recorrente e elas acabam não só atrapalhando, como impedindo a realização de tarefas do dia a dia. Essas crises têm como sintomas:

  • Dor no peito
  • Batimentos cardíacos acelerados
  • Tremores nas mãos
  • Suor
  • Sensação de falta de ar
  • Choro
  • Enjoo e vômitos
  • Dentre outros.

Quando procurar ajuda para lidar com a ansiedade

É imprescindível buscar ajuda psicológica quando suas crises forem tão intensas e recorrentes que interferirem em suas tarefas rotineiras. Também é importante buscar ajuda se você teve uma crise de ansiedade e agora não consegue controlar o medo de ter outra.

O psicólogo te ajudará a lidar com as crises analisando as suas causas e também possibilitando que você se acalme durante elas. Entretanto, em muitos casos a utilização de remédios para acalmar a ansiedade que foge do normal é necessária.

Para isso, você deve vistar um psiquiatra para que ele faça a sua avaliação e também o acompanhamento do seu caso. Muitas pessoas têm receio de vistar este profissional, contudo, ele é capacitado e não fará nada que não for necessário. Além disso, é melhor tomar remédios que não conseguir viver a vida plenamente.

Como conciliar a vida profissional e a pessoal

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.