Colecionar moedas pode dar muito DINHEIRO; saiba como

Muita gente guarda moedas e cédulas de recordação, mas nem fazem ideia que diversos modelos se valorizam e passam a valer milhares de reais

7

Nos últimos tempos, o hábito de colecionar moedas e cédulas ganhou ainda mais força no Brasil. Na verdade, muita gente já fazia isso para recordar o passado ao ver as moedas brasileiras. Contudo, o hobby de muitos passou a ser a forma de subsistência de outros, que conseguem lucrar bastante com modelos antigos.

Por falar nisso, não é apenas a antiguidade que define o valor de uma moeda ou nota. Há diversas características que fazem o dinheiro valer dezenas, centenas ou até milhares de vezes mais que a estampa que representam. E a chance de conseguir um valor elevado com uma única moeda ou cédula vem mexendo com a cabeça de muita gente.

Leia também: Moeda de R$ 1 chega a valer até R$ 10 mil; será que você tem o modelo?

Veja algumas características que aumentam o valor de uma moeda

Em primeiro lugar, vale ressaltar que não são todas as moedas que possuem um valor alto. Em resumo, há algumas características que aumentam a valorização das moedas e cédulas brasileiras.

Entre as características que valorizam um modelo, as principais são:

  • Poucos exemplares produzidos;
  • Modelos com erro de cunho ou fabricação;
  • Exemplares fabricados para datas comemorativas;
  • Unidades fora de circulação no país.

A saber, as pessoas que estudam e colecionam moedas, cédulas e medalhas antigas são chamadas de numismatas. Estes buscam itens raros e únicos, e chegam a pagar caro para adquirir os modelos. Quanto mais difícil encontrar um modelo, mais valor agregado ele passa a acumular, ou seja, moedas raras ou que tenham características peculiares costumam valer muito dinheiro.

Descubra os modelos que valem muito

As pessoas que resolvem começar a colecionar moedas e cédulas precisam ficar atentas para não deixarem modelos valiosos passarem despercebidos. Embora as características citadas anteriormente sejam muito importantes para aumentar o valor de uma moeda, não há como esquecer o estado de conservação dos modelos.

A saber, há colecionadores dispostos a comprar apenas exemplares em bom estado de conservação. Em outras palavras, modelos com oxidação, riscos ou falhas que não sejam originais costumam perder bastante valor. Isso porque muitos colecionadores querem ter em mãos exemplares bem semelhantes aos que o BC lançou.

No entanto, também há numismatas que preferem itens que sofreram com o passar do tempo. Por exemplo, moedas com oxidação ou marcas temporais acabam valendo mais que os modelos em bom estado de conservação. Tudo depende do objetivo do colecionador.

Para não correr o risco de vender itens por um valor menor do que valem, procure um consultor. Caso prefira fazer as coisas por conta própria, há muito conteúdo na internet. Contudo, alguns não passam de exageros e testemunhos falsos. Por isso, cuidado.

Veja ainda: Vendas no comércio crescem pelo 4º mês seguido, mas perdem força

5/5 - (1 vote)

Sucesso na Internet:

7 Comentários
  1. Danilo Diz

    Tenho uma cédula de 1000 cruzeiros, presente do meu pai!

  2. Wellington Diz

    Tenho moedas pra vender

  3. Henrique Diz

    Tenho uma coleção de cedulas e moedas antigas, inclusive de outros países. Gostaria de passar pra frente

  4. Elionaria souza Diz

    Tenho duas moedas que podem valer dimheiro

  5. Edilson Diz

    Tenho cédulas de 1 realizar vender … qu quiser vhama 14 99667-3652 WhatsApp

    1. Edimar Alves de Sousa Diz

      Eu tenho moedas da copa para vender

  6. Edimar Alves de Sousa Diz

    Eu tenho moedas da copa para vender

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.