Casa Verde e Amarela: Mais de 1 milhão de moradias entregues; saiba como participar

Confira detalhes sobre o programa habitacional

0

Na data de divulgação do último balanço do Programa Casa Verde e Amarela, em outubro de 2021, observou-se o número de 1,2 milhão de unidades entregues à população desde 2019.

Este é um programa que reúne iniciativas habitacionais do Governo Federal para ampliar a oferta de moradias para famílias de baixa renda.

Casa Verde e Amarela: Mais de 1 milhão de moradias entregues; saiba como participar
Casa Verde e Amarela: Mais de 1 milhão de moradias entregues; saiba como participar – Imagem: Divulgação

Programa Casa Verde e Amarela

O ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, explica que atualmente é aplicada a menor taxa de juros que o programa já exerceu em toda sua história, 4,25% ao ano no Norte e Nordeste e 4,50% nas demais regiões do país.

Ele ainda explica outros pontos do programa, confira.

Como funcionam os subsídios aos beneficiários para facilitar a aquisição da casa própria?

Na negociação com o agente operador, que é a Caixa Econômica Federal, existe um subsídio na ordem de R$ 9 bilhões por ano, além dos recursos subsidiados com juros bem abaixo do mercado.

Com a inflação de quase 10%, você tem um juro anual de 4,25%. Além disso, o Governo coloca um subsídio que varia de 20% até 10% do valor do imóvel. Quanto maior a faixa de renda, menor o subsídio. Desse subsídio, dois terços iam para o agente operador, a Caixa, e um terço ia para o destinatário final. Essa lógica na negociação com a Caixa foi invertida e, agora, dois terços vai para o beneficiário e apenas um terço para o agente operador.

Quem pode participar?

O Casa Verde e Amarela tem o objetivo de combater o déficit de moradias por meio de taxas de juros menores e mais flexíveis, da construção de moradias e ações como regularização fundiária e melhoria de residências.

O programa atende a três grupos de faixa de renda:

  • Grupo 1 – para famílias com renda bruta de até R$ R$ 2.000;
  • Grupo 2 – para famílias com renda bruta de R$ R$ 2.001 mil até R$ 4.000;
  • Grupo 3 – para famílias com renda bruta de R$ 4.001 até R$ 7.000.

As taxas de juros variam de acordo com a faixa de renda e a localidade do imóvel.

Como ter acesso ao financiamento?

​As famílias com renda mensal até R$ 7.000,00, podem contratar de forma individual ou por meio de construtora, ou ainda por uma entidade organizadora se unidade vinculada a um empreendimento financiado pela CAIXA.

Dessa forma, o primeiro passo é ir em busca de uma construtora de confiança e conhecer os seus empreendimentos.

Então, quando tiver um que seja do seu agrado e atenda às suas necessidades, vá até a Caixa Econômica Federal e alinhe toda a documentação necessária.

No atendimento na agência ou no Correspondente CAIXA Aqui, o banco recebe e analisa a sua documentação e a documentação do imóvel que você escolheu. Assim, apresentará para você as melhores condições para o financiamento.

​Somente depois da validação e aprovação do cadastro e documentação é você assina o contrato de financiamento.

Se você quiser ter acesso a várias dicas sobre o que você deve saber antes de comprar o seu imóvel, clique aqui.

Confira ainda: Benefícios do INSS acima de um salário têm reajuste de 10,16%; teto chega a R$ 7.087

1/5 - (1 vote)

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.