Caixa Tem: aprenda a desbloquear app nas lotéricas e solicitar até R$ 5 mil

0

Usuários do Caixa Tem que tiveram suas contas bloqueadas agora podem reativar em uma das casas lotéricas espalhadas pelo Brasil. Anteriormente, este serviço era realizado apenas nas agências da Caixa Econômica.

Os clientes que ainda não usaram o aplicativo Caixa Tem também poderão ativá-lo e cadastrar a senha nas lotéricas.

Desbloqueio do Caixa Tem nas Lotéricas

Para realizar o desbloqueio e o cadastramento da senha, é necessário apresentar um documento pessoal com foto, como o RG ou a Carteira Nacional de Habilitação, e levar o celular que está cadastrado no Caixa Tem.

Assim que for efetuado o desbloqueio ou a ativação com cadastro da senha do Caixa Tem, o trabalhador poderá sacar o valor do seu auxílio na própria lotérica, sem a necessidade de gerar um código de saque no aplicativo, caso o saque da parcela já esteja liberado.

Caixa Tem libera até R$ 5 mil

Caixa Econômica Federal iniciou o pagamento do auxílio emergencial neste mês de abril. Com o intuito de continuar combatendo a crise financeira que assola o país, o Governo Federal tem buscado alternativas que possam efetivamente ajudar os informais durante a pandemia da Covid-19. Entre a opções, o microcrédito ganha espaço entre as medidas mais realistas para o momento.

Nesse momento, a expectativa é que o valor gire em torno de R$1.500 e R$5.000. O banco responsável pelo gerenciamento de pagamentos do auxílio emergencial, a Caixa Econômica, deverá também ser a responsável pela análise e liberação do microcrédito.

O banco informou que nesse momento o aporte é de R$ 10 bilhões para financiar linhas de crédito. Podendo, a depender da análise feita pela equipe econômica, ser liberado o montante de R$ 25 bilhões posteriormente.

O decreto em vigor que estabelece o estado de calamidade pública no Brasil, por conta do coronavírus, estará vigorando até o dia 31 de dezembro, data em que se encerra o pagamento do auxílio emergencial. Até então, o Governo não sinalizou prorrogação do benefício, se apegando ao discurso que a União não detém recursos suficientes para continuar pagando o benefício.

Leia Também:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.