Botafogo vai receber R$ 50 milhões de aporte inicial em até 5 dias

Isso porque, oficialmente, o Conselho Deliberativo do clube aprovou a venda da SAF (Sociedade Anônima de Futebol)

0

O Botafogo vai receber um aporte de R$ 50 milhões em até cinco dias, para pagar despesas básicas como salários atrasados de jogadores e funcionários.

Isso porque, oficialmente, o Conselho Deliberativo do clube aprovou a venda da SAF (Sociedade Anônima de Futebol) para o empresário norte-americano John Textor, que adquiriu 90% dos direitos do clube.

Veja em seguida: Corinthians perde de virada para o Resende e está eliminado da Copa São Paulo de Futebol Júnior

Aliás, o empresário vai pagar R$ 410 milhões pelo clube carioca, que atualmente está afundado em dívidas.

No entanto, com esse novo negócio, que já estava extraoficialmente acertado desde o final de 2021, o Botafogo entra em um novo patamar em sua história.

Inclusive, quando Textor chegou ao Brasil e a torcida o recebeu com festa. Após a aprovação oficial, o clima era de conquista de campeonato.

Afinal de contas, um dos gigantes do futebol brasileiro poderá vislumbrar dias melhores nos próximos anos e voltar a brigar por títulos.

No ano passado, foi campeão brasileiro da Série B e voltou à elite um ano depois de ter sido rebaixado.

Agora, aposta na força da camisa e no apoio da torcida para iniciar essa arrancada no início da temporada.

Veja em seguida: América Mineiro elimina o Falcon nos pênaltis e vai às oitavas de final da Copinha

Muito trabalho pela frente

Entretanto, como a dívida do clube é gigantesca, esse aporte inicial não vai ter impacto na formação do time para 2022. Mas já será um alívio para os cofres do clube.

Depois que o contrato for assinado, Textor vai pagar mais R$ 100 milhões ao clube e, nos próximos três anos, vai pagar os outros R$ 250 milhões ao clube carioca.

A partir de agora, Textor passa a ser o responsável por gerir a equipe carioca nos próximos anos. No entanto, com a venda, não existe um prazo de validade. A empresa pode comandar o clube por 30, 40 anos, ou mais, se tiver interesse.

Isso porque na votação do Conselho Deliberativo, 97,57% dos conselheiros votaram a favor da mudança, ou seja, internamente houve um amplo apoio na venda do clube.

Veja em seguida: Santos vence a Ferroviária nos pênaltis e avança na Copa São Paulo de Futebol Júnior

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.