Botafogo e Cruzeiro ficam no empate por 3 a 3 em jogo cheio de emoção

Os dois gigantes estão em zona intermediária na classificação

0

Em um jogo emocionante, o Botafogo ficou no empate por 3 a 3 com o Cruzeiro neste sábado (10), no estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro, na abertura da 11ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

Com o resultado, o time carioca, comandado pelo técnico Marcelo Chamusca, está em 11º lugar, com apenas 13 pontos ganhos.

Por sua vez, a Raposa, comandada pelo técnico Mozart, está com 12 pontos, mas ainda longe dos quatro primeiros colocados.

Agora, o Cruzeiro volta a jogar no outro sábado (17), quando recebe o Avaí, a partir das 16h30, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte.

Enquanto isso, o Botafogo joga no mesmo dia, mas às 19h, quando visita outro catarinense, o Brusque, a partir das 19h, no estádio Augusto Bauer.

O jogo

Em campo, a primeira grande chance foi do Cruzeiro, logo com um minuto de jogo. Marcinho arriscou um chute perigoso e Diego Loureiro pegou, com dificuldade.

No entanto, aos 3min, foi a vez do Botafogo mostrar serviço no setor ofensivo. Rafael Navarro recebeu, dominou e chutou de longe, mas Fábio, atento, desviou para escanteio.

Em seguida, aos 7min, Diego avançou e foi derrubado dentro da área. Pênalti para o Botafogo. Na cobrança, Chay deslocou Fábio, mandou no canto e fez 1 a 0.

Mais tarde, aos 18min, o Cruzeiro tentou empatar com Lucas Ventura, que tentou de cabeça e o goleiro fez a defesa.

Assim, a Raposa ia para cima e aos 24min, pressionado, Rafael Navarro quase marcou gol contra, mandando contra a própria trave.

No entanto, o tempo foi passando e o Cruzeiro não conseguia levar perigo o suficiente para buscar o empate.

Aos 43min, com Giovanni, o time mineiro teve grande chance para empatar, mas o chute forte, desviado na defesa, foi pela linha de fundo.

No entanto, o Botafogo conseguiu sustentar a vantagem parcial até o intervalo.

Segundo tempo

Na etapa final, Marcelo Moreno entrou no Cruzeiro e quase empatou logo no primeiro minuto, quando finalizou e a bola foi na rede, pelo lado de fora.

Depois, aos 8min, Bruno José cruzou na área e Gilvan, na tentativa de cortar, acabou marcando gol contra: 1 a 1. Era o empate da Raposa.

Pouco depois, porém, o técnico Mozart foi expulso por reclamação, deixando o Cruzeiro sem comandante na beira do campo.

Contudo, o Botafogo foi para cima e fez o segundo gol, aos 15min, novamente com Chay, que aproveitou cruzamento da direita: 2 a 1.

Apesar disso, o time da casa não soube segurar a vantagem por muito tempo. Aos 21, de pênalti, Marcelo Moreno empatou para o Cruzeiro, depois de perder a cobrança e pegar o rebote: 2 a 2.

Três minutos depois, Marcelo Moreno marcou de novo para time mineiro, fazendo um golaço da entrada da área e virando o placar: 3 a 2.

Mas, aos 47min, Chay foi buscar o empate para o time da casa, deixando tudo igual: 3 a 3.

Leia também: Operário vence o Brasil de Pelotas de virada e reage na Série B do Brasileiro

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.