Auxiliar técnico do Palmeiras fica na bronca com o VAR após empate com o Atlético Mineiro

Segundo ele, o segundo gol do time mineiro teria sido irregular, por um impedimento no ataque do Galo

0

João Martins, auxiliar técnico do Palmeiras, ficou no lugar de Abel Ferreira, suspenso, durante o empate por 2 a 2 contra o líder Atlético Mineiro no estádio Allianz Parque, em São Paulo, na noite de terça-feira (23). No entanto, criticou muito a arbitragem da partida.

Segundo ele, o segundo gol do time mineiro teria sido irregular, por um impedimento no ataque do Galo.

Depois, ainda continuou a criticar o VAR e o árbitro Anderson Daronco, em jogo onde o Verdão atuou com os reservas, pois no dia 27 decide a final da Copa Libertadores da América contra o Flamengo, em Montevidéu, no Uruguai.

“Antes de responder as perguntas, quem diz a verdade não merece castigo. Vamos falar um pouco, mais uma vez, daquele lance do segundo gol. Temos que falar a verdade. Como é possível, pelo terceiro jogo seguido, o Palmeiras ser prejudicado? Marcos Rocha quando viu o gol percebeu o que aconteceu e falou com o árbitro. A pressa que ele tinha de buscar a bola no gol para reiniciar o jogo, são coisas incompreensíveis”, disse, durante a entrevista coletiva.

Pênalti

Em seguida, ele também criticou que o pênalti a favor do Palmeiras fosse marcado apenas pelo VAR, sendo que o árbitro estava em cima do lance.

“O VAR só funciona às vezes. O lance do Dudu contra o Fluminense, tentaram um impedimento de um centímetro, e questionamos o motivo. Como o árbitro que está a cinquenta centímetros não vê o jogador do Atlético jogar basquete. Tentou ao máximo que não fosse dentro da área depois”, disse.

“O Willian, quando o Victor Luis erra o gol, faz questão de seguir logo quando o quarto árbitro disse que o VAR já tinha analisado. Em dez segundos conseguiu analisar aquele lance”, afirmou.

Depois, ainda ironizou a arbitragem da partida.

“Mas vamos rir para não chorar, vamos levar as coisas assim. Sentimos, claro. Como é possível o Marcos Rocha fazer a primeira falta e levar o amarelo. Aos dez segundos, o Arana dá uma cotovelada no Veron e ninguém vê. Pedimos um pouquinho mais de justiça e seriedade”, finalizou.

Leia também: Napoli x Spartak Moscou abrem nesta quarta (24) a 5ª rodada da Liga Europa; veja a rodada completa

Avalie o Artigo:

Está "bombando" na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.