Argentina vence o Brasil e fica com o título da Copa América após 28 anos

No primeiro tempo, Di María marcou um golaço por cobertura

0

O Brasil perdeu para a Argentina por 1 a 0 na noite deste sábado, no Maracanã e viu o time de Messi ficar com o título da Copa América dentro do território brasileiro.

Um resultado histórico para os argentinos e duro para os brasileiros, que sediaram o torneio de última hora e com muita polêmica por causa da pandemia da Covid-19.

O gol de Di María ainda no primeiro tempo acabou com um jejum de 28 anos sem títulos oficiais da Seleção da Argentina. Eles não ganhavam nada desde a Copa América de 1993, ainda na era de Maradona.

Assim, também é o primeiro título do astro Lionel Messi com a seleção principal. Ele, que tem todos os títulos possíveis pelo Barcelona, ainda não tinha o caneco com o seu país.

Além disso, o Brasil perde um jogo em casa pela Copa América pela primeira vez nos últimos 46 anos.

E tem mais: a Argentina se iguala ao Uruguai como a maior campeã da Copa Amérca

E o técnico Tite desperdiça a chance de ser o único treinador brasileiro a conquistar dois títulos da Copa América com a seleção.

O jogo

A partida começou tensa e logo aos 2min o volante brasileiro Fred já levou um cartão amarelo, após cometer falta dura.

Assim, o confronto estava bastante truncado nos primeiros minutos, com marcação forte e nenhuma oportunidade de gol no começo da partida.

Aos 12min, Neymar exibiu seu calção rasgado e ele reclamou de uma jogada anterior, na área, quando teria sido chutado.

Desta maneira, seguia a partida, com os nervos à flor da pele. O astro argentino Neymar, bem marcado, não tinha liberdade para criar jogadas.

Porém, aos 19min, o Brasil chegou com razoável perigo pela primeira vez. Richarlison recebeu na área e chutou; a bola desviou na zaga e foi fraca para as mãos do goleiro, que estava atento.

Contudo, aos 21min, Renan Lodi errou o passe, a bola ficou com Di María e o craque argentino, pela direita, avançou e tocou por cima do goleiro, marcando um belo gol: 1 a 0.

Assim, o gol abalou o Brasil, que se viu dominado pelos argentinos nos minutos seguintes.

Depois, aos 31min, Messi teve uma boa chance em arrancada pela esquerda, quando avançou e chutou à direita, com perigo.

No entanto, aos 37min, Di María, que fazia grande partida, torceu o tornozelo sozinho na linha de fundo. Mas, seguiu no jogo.

Com muitas dificuldades, o Brasil só começou a pressionar um pouco nos últimos minutos do primeiro tempo. No entanto, não conseguia levar perigo.

Assim, o primeiro tempo terminou com a vantagem parcial da Argentina.

Segundo tempo

Depois do intervalo, o Brasil começou mais em cima da Argentina, buscando o gol de empate. Até marcou aos 7min com Richarlison, mas ele estava em posição de impedimento e a jogada foi bem anulada.

Um minuto depois, Richarlison teve nova chance pela direita, mas ele chutou em cima do goleiro, que fez uma defesa espetacular.

Contudo, o tempo foi passando e o Brasil foi se enervando, errando passes e com o tempo passando.

Aos 37min, o Brasil teve uma grande chance com Gabigol, que avançou pela esquerda, chutou cruzado, a bola desviou na zaga e bateu na rede pelo lado de fora.

Depois, aos 42min, Gabigol pegou a sobra aos 42min, na entrada da área e mandou para gol. No entanto, Martínez fez defesa espetacular e mandou para escanteio.

E, no final, a Argentina fez a festa dentro do Maracanã.

Leia também: Atlético vence o clássico mineiro contra o América e sobe para terceiro lugar

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.