Aposentadoria: previdência privada é a única saída?

0

Pensar em aposentadoria normalmente é um assunto para pessoas que já trabalham há algum tempo. Contudo, especialistas dizem que esse assunto deve ser pensado desde o início da vida adulta, dado que esse momento de parar de trabalhar pode vir antes dos 60 anos. Apesar disso, os poucos que investem recorrem à previdência privada.

O grande problema é que existem diversas outras formas de se aposentar antes da idade prevista pelo governo. Além disso, a previdência privada é uma excelente forma de economizar para o fim da atividade laboral, mas existem infinitas opções além dela (que são mais simples).

Como funciona a aposentadoria por previdência privada?

A aposentadoria é um momento um tanto delicado. No Brasil, a maioria dos aposentados não possuem condições de fechar as contas no final do mês apenas com o INSS e, por isso, seguem trabalhando mesmo com o valor do benefício. Para isso, existe um produto chamado de previdência privada, que qualquer pessoa pode usar.

Apesar disso, a previdência privada funciona de forma diferente da aposentadoria comum. Ao contratar o seu plano particular, você estipulará um valor mensal que investirá. Você fará isso por 5, 10, 15 e até mesmo 20 anos. Não existe prazo máximo. Com isso, você vai juntando dinheiro durante toda a sua vida para que, lá na frente, tenha uma renda mensal paralela ao benefício público.

Com esse dinheiro, os gestores de previdência investem o seu dinheiro em ativos do mercado financeiro normal, seguindo algumas regras da lei. Por isso, eles podem comprar produtos de renda fixa, ações, fundos imobiliários e demais produtos do mercado financeiro. A ideia é fazer o seu dinheiro render para que o seu salário futuro fique cada vez maior.

Apesar disso, esses gestores estão falhando. Um estudo feito por assets mostra que a maioria desses fundos de previdência privada estão rendendo abaixo do CDI, um sinal de que o salário da aposentadoria será menor do que poderia ser.

aposentadoria
Foto: Reprodução

Como fazer nesses casos?

Se você quer muito ter uma aposentadoria melhor, sem precisar depender do governo para ter seus rendimentos, uma excelente ideia é começar a estudar sobre mercado financeiro. Por mais que ele pareça muito vasto e difícil, ele é simples e a internet tem muitos conteúdos sobre isso. Além disso, evitar uma previdência privada pode ajudar você a economizar muito dinheiro.

Isso porque os fundos de previdência privada possuem taxas, que são descontos do seu salário no futuro. Dessa forma, você mesmo pode montar a sua própria carteira de investimentos, usando muita renda fixa de alto rendimento, como CDB, debêntures e fundos de investimentos. Na parte da renda variável, busque estudar diferentes estratégias para seguir, mas caso tenha preguiça, pesquise alguns poucos ETFs para comprar e faça isso todos os meses até a sua aposentadoria.

Ao longo do tempo, o seu dinheiro começará a render muito mais que produtos de previdência privada. Nesse momento, você terá a sua aposentadoria garantida. Contudo, esse processo necessita de paciência. Por outro lado, quanto antes começar, antes você se aposenta.

Avalie o Artigo:
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.