Aplicativo do Cadastro Único já passou de 1 milhão de acessos; veja como baixar

Ferramenta apresenta novas funcionalidades

0

O novo aplicativo do Cadastro Único do Governo Federal superou a marca de 1 milhão de downloads, sendo mais de 932 mil pelo sistema Android e 83,2 mil pelo IOS. Esses são os dados coletados até esta última quinta-feira (28).

A ferramenta foi lançada em 30 de março e tem como objetivo modernizar o atendimento aos cidadãos.

Vale destacar que já foram realizados mais de 135 mil pré-cadastros e mais de 67 mil atualizações cadastrais por confirmação pelo aplicativo.

“A modernização dos serviços com novas tecnologias aumenta a eficiência na ponta, nos postos do Cadastro Único, diminuindo filas e o tempo de espera das pessoas. Quem necessita dos programas sociais do Governo Federal tem pressa e quanto menos deslocamentos forem necessários, melhor”, destacou Ronaldo Bento, ministro da Cidadania.

Aplicativo do Cadastro Único já passou de 1 milhão de acessos; veja como baixar
Aplicativo do Cadastro Único já passou de 1 milhão de acessos; veja como baixar

Aplicativo do Cadastro Único

O CadÚnico conta com mais de 80 milhões de pessoas registradas. Esse sistema é a porta de entrada dos cidadãos em situação de vulnerabilidade para os principais programas sociais do país.

Aliás, são mais de 28 iniciativas que o utilizam, tais como o Programa Auxílio Brasil, o Benefício de Prestação Continuada, a Tarifa Social de Energia Elétrica, entre outros.

A modernização do sistema pretende facilitar o acesso aos serviços sociais.

Em Recife, a chefe de divisão do Cadastro Único, Anália Adriano, avalia um dos pontos positivos no uso do aplicativo pela população.

“O comprovante de cadastro é acessado pelo aplicativo, isso é muito bom, porque o usuário não tem a necessidade de se deslocar à prefeitura ou a um Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) para pegar o comprovante”, elogiou.

A gestora municipal revelou que a demanda pelo comprovante, que é exigido para acessar alguns programas sociais, era muito alta nos postos de atendimento e, por isso, tem estimulado o uso do aplicativo.

“As pessoas quando vêm, a gente pode dizer com tranquilidade ao usuário que ele tem acesso pelo aplicativo”, concluiu Anália Adriano.

Você pode ter acesso ao app do Cadastro Único por meio dos seguintes links das lojas de aplicativos:

Pré-cadastro

O aplicativo trouxe mais opções aos usuários, como a possibilidade de pré-cadastramento, atualização dos dados cadastrais, mapa georreferenciado com pontos de atendimento mais próximos aos cidadãos e consulta dos benefícios recebidos pela família.

“O pré-cadastramento reduz o tempo de espera nas unidades de atendimento, já que a pessoa chega ao local com a necessidade de apenas completar e confirmar seus dados. Mas, vale ressaltar que o cadastramento presencial continua da mesma forma. O aplicativo é mais uma facilidade para que o cidadão tenha acesso ao sistema”, frisou o secretário nacional do Cadastro Único, Tércio Brandão.

Depois do pré-cadastro, o cidadão que ainda não faz parte do Cadastro Único tem 120 dias para comparecer a um posto de atendimento para complementar os demais dados, tais como: escolaridade; trabalho; e remuneração.

Além do aplicativo, o pré-cadastro e as demais funcionalidades também podem ser acessados por meio da versão web neste link.

Atualização de cadastro

Quem já está inscrito no Cadastro Único poderá utilizar o aplicativo para atualizar o cadastro da família por meio da confirmação dos dados.

Essa é uma opção que permite que o cidadão revise as informações e confirme o endereço, a composição familiar e o registro dos integrantes da família. Se nada mudou, a família pode confirmar seus dados pelo aplicativo ou versão web sem precisar ir até os postos de atendimento e sem custos de deslocamento.

É possível também consultar dados como o Número de Identificação Social (NIS), código familiar, situação cadastral, data da última atualização e data limite para uma nova atualização cadastral.

Além disso, são apresentados os dados do domicílio, família e de identificação do Responsável pela Unidade Familiar e dos demais integrantes.

Com informações do Ministério da Cidadania

Veja ainda: Senado tem data limite para aprovar Auxílio Brasil de R$ 400

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.