Antonia Fontenelle é indiciada por preconceito após falas sobre DJ Ivis

Na época da prisão do DJ, Antonia se referiu ao caso como "uma paraibada", em tom pejorativo

0

Antonia Fontenelle foi indiciada, nesta quarta-feira (22), pela Polícia Civil da Paraíba por preconceito após fala xenofóbica com DJ Ivis. O músico, que está preso por agredir a ex-esposa, Pamella Holanda, foi condenado pela atriz em um tom pejorativo, sendo denominado como “esses paraíbas”.

Ex-Twister Sander Mecca diz ter sido abusado sexualmente durante o auge do grupo

De acordo com o inquérito policial, as atitudes de Fontenelle são caracterizadas como “manifestações preconceituosas generalizadas, direcionadas a todos os paraibanos”. O delegado Marcelo Antas Falcone, responsável pelo caso, indiciou Antonia na lei do racismo, que prevê reclusão de 1 a 3 anos e multa.

A investigação, quando for concluída, será encaminhada para a Justiça, para que o Ministério Público tome as medidas cabíveis. Segundo o site G1, Antonia chegou a pedir um habeas corpus para impedir a realização do processo, mas o pedido foi negado.

No stories do Instagram, Fontenelle afirmou que não dará uma “devolutiva” sobre o assunto, mas que quando recebe uma “batata quente” nas mãos, devolve em “forma de granada”. O processo segue em investigação.

Relembre as falas de Fontenelle

Antonia Fontenelle causou polêmica nas redes sociais, em julho deste ano, ao se pronunciar sobre o caso de DJ Ivis, que agrediu a ex-esposa, Pamella Holanda. A Youtuber utilizou a expressão “paraíba” para se referir ao DJ, que é nordestino.

“Esses paraíbas fazem um pouquinho de sucesso e acham que pode tudo. Amanhã vou contactar as autoridades do Ceará para entender porque esse cretino não foi preso”, indagou a viúva do diretor Marcos Paulo.

A ex-BBB Juliette, que é paraibana, fez um coro nas redes sociais contra Fontenelle e no stories do Instagram, repudiou o uso da expressão: “Não é força de expressão, é xenofobia. Não existe ‘ser Paraíba’ e ‘fazer paraibada’. Existe ser PARAIBANA/O, o que sou com muito orgulho. Tire seu preconceito do caminho, que vamos passar com a nossa cultura e não vamos tolerar atitudes machistas e xenofóbicas de lugar algum”.

 

 

 

Veja também: Sammy Lee se culpou após separação de Pyong: “Onde eu errei?”

Veja Também:

Está "bombando" na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.