Alergia emocional: como identificar e tratar

Entenda e veja como tratar a alergia emocional

0

Muitas vezes temos reações e sensações no corpo de doenças que vão para nossa pele. No entanto, nem sempre a gente imagina que é de fundo emocional, mas a mente e o corpo estão conectados o tempo todo. Essas sensações podem desencadear algum tipo de alergia emocional. Portanto, entenda melhor o assunto aqui no Brasil 123. Alergia emocional: como identificar e tratar.

O que provoca a alergia emocional

Quando sentimos estresse e ansiedade de forma intensa e principalmente se for por um longo tempo, o corpo libera substâncias de adrenalina e de noradrenalina. Estes são hormônios responsáveis por acelerar o nosso funcionamento químico, ou seja, funcionamos de forma mais intensa para lidar com os desafios que aparecem no dia a dia. Com isso, as células de defesa do nosso corpo são ativadas causando uma hipersensibilizarão do nosso sistema imunológico, causando uma reação alérgica. É liberado também cortisol que ao longo do tempo causa processos inflamatórios em nosso organismo.

Quando é liberada uma grande quantidade desses hormônios e dessas substâncias no nosso corpo, para nossa mente dar conta de tudo que está acontecendo, acaba por acontecer várias reações em cadeia de defesa e energia desencadeando os processos inflamatórios. Então, a alergia emocional acontece.

Identificação da alergia emocional através dos sintomas

tratamento e identificação da alergia emocional - reprodução unsplash
tratamento e identificação da alergia emocional – reprodução unsplash

Os sintomas costumam ser comuns na nossa vida e a gente não percebe que dessa vez está vindo de uma questão psicossomática emocional. Sendo eles, coceira, vermelhidão e urticaria, podendo provocar até mesmo falta de ar e insônia.

Tratamento

Temos dois tipos de tratamento para esse tipo de disfunção:

  • Quando a alergia está naquele momento agudo em que a pele está bem afetada com vermelhidão, coceira e podendo apresentar até mesmo feridas: Nesse caso você deve procurar um dermatologista de sua confiança e ele vai te receitar algum tipo de corticoide em forma de pomadas ou um remédio administrado por via oral.
  • Esse segundo tratamento seria com o cuidado emocional, onde você incluiria práticas mais relaxantes durante o seu dia, conseguindo assim, controlar o seu estresse e deixar o seu dia de uma forma mais saudável e mais harmônico. E é muito importante, principalmente, procurar algum tipo de terapia. Até porque pode estar rolando alguma questão que você precisa encarar, mas está difícil e uma ajuda profissional e qualificada vai sempre muito bem!

Então, tudo isso é muito bom, pois vai causar a diminuição dessa enxurrada de hormônios e substâncias no corpo, diminuindo as tensões que poderiam provocar além das alergias emocionais, outras reações em cadeia chegando a atingir órgãos como o fígado, estômago, coração entre outros.

Portanto, não deixe de cuidar e dar uma atenção especial ao seu corpo e à sua mente. Até porque, essas reações são formas de o corpo chamar a sua atenção e mostrar que algum problema nada bom está acontecendo. Os problemas psicossomáticos podem aumentar com o tempo, e se não cuidar, eles vão acumular, transbordar, somatizar e se transformar em “monstrinhos” cada vez maiores.

Por isso, quanto antes procurarmos ajuda e mudarmos o estilo de vida, tornando os dias mais leves, divertidos e relaxantes, cortando ao máximo o que faz mal ou estressa, melhor será para nossa mente e para o nosso corpo.

Avalie o Artigo:
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.