Alec Baldwin entrega celular à polícia para investigação após recusa

A polícia do condado de Santa Fé, no Novo México, investiga a morte no set de 'Rust'

0

Alec Baldwin, após uma recusa inicial, entregou o seu celular à polícia de Santa Fé, no Novo México, para a investigação da morte de Halyna Hutchins, no set de filmagens de ‘Rust’. De acordo com a revista People, neste sábado (15), o ator cedeu o dispositivo aos policiais do condado de Suffolk, em Nova York, EUA.

Giovanna Ewbank revela que já foi internada por estafa: “Não dou conta”

O advogado de Alec, Aaron Dyer, segue a minimizar a entrega do telefone móvel, apesar do mandado ter sido expedido em 16 de dezembro de 2021: “Alec voluntariamente forneceu seu telefone às autoridades esta manhã para que elas possam terminar sua investigação e não há respostas em seu telefone”.

“Alec não fez nada de errado. Está claro que ele foi informado de que era uma arma fria e estava seguindo as instruções quando esse trágico acidente ocorreu. A verdadeira questão que precisa ser respondida é como as rodadas ao vivo chegaram ao set em primeiro lugar”, finalizou o comunicado.

No último sábado (8), Alec, que também é produtor-executivo do filme, postou um vídeo no Instagram no qual afirma que queria ajudar as investigações, mas que a entrega do telefone móvel era “um processo”.

Alec negou qualquer envolvimento na morte da cinegrafista

Alec Baldwin deu uma entrevista emocionante para o ABC News, em dezembro do ano passado, sobre a morte da cinegrafista de ‘Rust’, Halyna Hutchins. A profissional de 42 anos foi morta após um tiro acidental no set de filmagens, no dia 22 de outubro. Joel Souza, diretor do longa, também foi atingido, mas se recuperou plenamente.

O ator afirmou que não puxou o gatilho da arma: “Bem, o gatilho não foi puxado. Eu não puxei o gatilho. Eu nunca apontaria a arma para alguém e puxaria o gatilho para ela. Nunca”. O produtor ainda diz que não sabe como uma bala de verdade foi parar na arma: “Alguém colocou uma bala de verdade na arma. Uma bala que nem era para estar no local”.

Após o tiro acidental, dois membros da equipe de ‘Rust’ entraram com ações civis contra Baldwin e os produtores, acusando-os de negligência e falta de protocolos de segurança. Alec definiu toda a situação como um “terrível acidente”.

Apesar disso, diversos funcionários denunciaram o set de ‘Rust’ por não ser seguro e por nem ter protocolos contra a Covid-19.

 

Veja também: Tierry nega término com Gabi Martins após especulações: “Tudo sanado”

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.