Acesso do Avaí garante 20ª participação catarinense na elite do Brasileirão desde 2002

Embora tenha feito uma campanha de altos e baixos, o Leão da Ilha conseguiu a quarta vaga na tarde de domingo (28)

0

O acesso do Avaí para a Série A do Campeonato Brasileiro garantiu também a presença de um time catarinense na elite pela 20ª vez entre 2002 e 2022. Neste período, o estado de Santa Catarina ficou sem representante apenas em 2020.

Mas, com o acesso da Chapecoense, se tornou a única representante do estado em 2021, mas já está rebaixada e com a pior campanha da história dos pontos corridos até agora, com apenas 15 pontos somados.

Embora tenha feito uma campanha de altos e baixos, o Leão da Ilha conseguiu a quarta vaga na tarde de domingo (28), ao fazer 2 a 1 no Sampaio Corrêa, de virada, com dois gols na reta final da partida.

Enquanto isso, a Série B de 2022 terá três representantes de Santa Catarina: a Chapecoense, rebaixada, o Brusque, que seguiu na divisão, e o Criciúma, que subiu da Série C.

Agora, para o Avaí, o desafio será se manter na elite e evitar a ‘gangorra’ ao subir em um ano e subir no outro.

A série de participação de catarinenses na elite de forma consecutiva, veio em 2002, com o Figueirense, que conseguiu se manter.

Depois, em 2003, a Série A teve dois catarinenses, o Figueira e o Criciúma, que havia subido no ano anterior e também conseguiram se manter.

Em 2004, novamente Figueirense e Criciúma estavam na elite, quando o Tigre acabou rebaixado para a Série B.

Dois times na elite

No ano seguinte, em 2005, apenas o Figueirense disputou a elite por Santa Catarina, quando conseguiu se manter, assim como em 2006 e 2007.

Em 2008, o Figueirense acabou rebaixado para a Série B, mas o rival Avaí subiu e representou o estado em 2009 na elite.

Já em 2009 o Avaí ficou em sexto lugar, na melhor campanha até hoje de um catarinense na era dos pontos corridos.

Em 2010, o Avaí conseguiu se manter na elite, ganhando a companhia do Figueira em 2011, quando os dois se enfrentaram.

No entanto, em 2011, o Avaí caiu e o Figueirense foi o único catarinense em 2012, quando também foi rebaixado.

Porém, como o Criciúma havia subido em 2012, o Tigre foi o representante do estado em 2013, quando se manteve na divisão.

Recorde

Em 2014, com acesso de Chapecoense e Figueirense no ano anterior, Santa Catarina passou a ter, pela primeira vez na era dos pontos corridos, três representantes.

Naquele ano, o Criciúma caiu, mas Avaí e Joinville subiram. Assim, em 2015, o estado teve quatro representantes: Joinville, Avaí, Figueirense e Chapecoense.

Com o rebaixamento do JEC e do Leão, Figueirense e Chapecoense foram os representantes do estado em 2016.

Em 2017, Chapecoense e Avaí representaram Santa Catarina, quando o Leão foi novamente rebaixado.

Com isso, em 2018, o Verdão do Oeste foi o único time do estado na elite, que voltou a ter dois times em 2019, com o acesso do Avaí.

No entanto, a Chapecoense caiu e 2020 deixou Santa Catarina sem times na elite, com a Chape voltando em 2021. Para 2022, o Avaí será o representante.

Leia também: Botafogo fica no empate com o Guarani em festa de despedida da Série B

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.