Suspense de Bonner foi um dos assuntos mais comentados: “fofoca”

0

William Bonner comentou que o Jornal Nacional iria trazer uma notícia imperdível na noite de ontem (10). Todos ficaram ansiosos e alguns pensaram que algo sobre a CPI e o presidente Bolsonaro poderia ser revelado. Entretanto, não foi bem isso que aconteceu e, aqueles que ligaram a TV a espera de uma “fofoca quente”, tiveram uma decepção. 

O que foi noticiado é que a Globo pretende mostrar o dia a dia dos jornalistas e o processo que possuem para a criação de notícias e de fazer o trabalho. 

Não demorou muito para que toda a Web ficasse decepcionada. Lourenço publicou, em suas redes sociais, que era o auge assistir ao programa somente para saber o que iria abordar. 

O TRENDS, uma das maiores plataformas do Google sobre pesquisa de palavra chave e de assuntos tendências (muito usado por jornalistas), mostrou que o assunto estava entre os 20 mais falados do dia. 

O que a mídia pensou do anúncio do Bonner?

A mídia pensou que o anúncio do Bonner fosse algo relacionado a um possível escândalo político que envolveria o presidente Bolsonaro. Entretanto, não foi isso que aconteceu. 

Nesta semana, está acontecendo uma série de interrogatórios da CPI em relação à Covid-19. Um dos primeiros foi Queiroga, ministro da Saúde, que compareceu na terça-feira (08).

De acordo com ele, realizar a Copa América no Brasil não faz com que os casos aumentem porque não existem pesquisas específicas para isso. Entretanto, pesquisas revelam que qualquer local fechado ou com muitas pessoas, pode originar novas cepas, estejam os indivíduos dentro de uma empresa, ônibus, balada ou campo de futebol

Ontem (10), o país teve a marca de 480 mil vítimas pela Covid-19 e mais de 17 milhões de casos. Valores que mostram que a segunda onda parece estar longe de acabar. O Brasil está entre os 5 países com maiores números de mortos e, enquanto isso, mais de 75% da população não foi vacinada

Como tentativa de controlar um possível aumento dos casos, o governo está realizando a prorrogação do auxílio emergencial. 

 

Veja Também:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.