Wanessa desabafa sobre problemas com o corpo: “Só me aceitava quando estava magra”

A cantora ainda fala sobre ser comparada ao pai, Zezé di Camargo

0

Wanessa Camargo comemora 20 anos de carreira e decidiu fazer uma retrospectiva completa em entrevista a Vogue Brasil, nesta terça-feira, dia 15.

Wanessa Camargo e família já contraíram o novo Coronavírus: “Não conseguia respirar”

Tanto que ela relembrou que assim como a maioria das mulheres, sofreu com distúrbios de imagem corporal.

Segundo Wanessa, aliás, tudo começou quando ela tinha 12 anos de idade:

Fui uma criança magrinha até que a puberdade chegou e mudou meu corpo. Meus seios se desenvolveram, minhas coxas ficaram mais grossas e passei a ter barriga. Por causa disso, tive muitos problemas. Aos 12 anos, tomei remédio para emagrecer escondida. Nas férias, queria ir para o spa e, quando ia para a praia, ficava curvada para esconder a barriga.

Com o passar dos anos, a sensação de inadequação só foi piorando:

Essa cobrança sempre fez parte da minha vida como mulher. Tinha muitos problemas com peso. Rejeitava meu corpo, só me aceitava quando estava magra, e, com o início da minha carreira, isso se intensificou.

Wanessa conta que, pouco a pouco, foi entendendo suas imperfeições e hoje tenta se aceitar da melhor forma possível.

Ela é mãe de dois filhos.

View this post on Instagram

Com @wanessa e nossa editora digital @renatagarciac

A post shared by Vogue Brasil (@voguebrasil) on

Wanessa lembra provações por ser filha de Zezé

E se você acha que as revelações acabaram, estão muito enganados!

A cantora ainda revelou outras dificuldades em sua carreira no Encontro com Fátima Bernardes nesta terça-feira, dia 15.

Apesar de ter um pé na porta da música por ser filha de Zezé di Camargo, Wanessa garante que não recebeu tudo de bandeja:

O meu [caminho] teve muito a ver com provação, de ser filha de alguém que tem uma história gigantesca. É sempre muita provação. Eu passei por vários momentos que questionei muitas coisas.

Sem entrar em detalhes, ela conta que se arrependeu de algumas escolhas profissionais:

Aprendi a aceitar com leveza as coisas da vida para estar aqui, com 37 anos, muito segura. Passei por processos de me reafirmar como cantora.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.