Voos vindos do Reino Unido estão proibidos no Brasil após nova mutação da Covid-19

O Brasil agora faz parte do grupo de mais de 40 países que proibiram, temporariamente, os voos internacionais que tenham origem ou passagem pelo Reino Unido

3

O Brasil agora faz parte do grupo de mais de 40 países que proibiram, temporariamente, os voos internacionais que tenham origem ou passagem pelo Reino Unido. O veto começa a valer nesta sexta-feira (25) e acontece por conta da descoberta de uma nova mutação da Covid-19.

Leia também: Governo de SP recebe mais doses de vacina contra a Covid-19

Ontem, quarta-feira (23), o governo do Reino Unido revelou ter identificado uma segunda mutação da Covid-19 com maior risco de contágio. Dessa forma, o próprio país tem fechado algumas regiões.

A decisão do governo brasileiro foi publicada no fim da noite de ontem, quarta (23), em edição extra do Diário Oficial da União (DOU). A portaria suspende também a autorização de embarque para o Brasil de viajante estrangeiro que vem ou teve passagem pelo Reino Unido nos últimos 14 dias.

Além da decisão de barrar as pessoas de vir e também de ir para o Reino Unido, o texto, assinado pelos ministros Walter Braga Netto (Casa Civil), André Mendonça (Justiça) e Eduardo Pazuello (Saúde), estabelece que as pessoas que vieram ou passaram por aquele país devem ficar 14 dias de quarentena.

De acordo com a portaria, o descumprimento das regras irão gerar responsabilização civil, administrativa e penal, repatriação ou deportação imediata e inabilitação de pedido de refúgio.

Comprovação de negativo para Covid-19

A portaria divulgada no fim da quarta-feira também ampliou as regras a respeito da exigência da realização de teste RT-PCR para passageiros internacionais a partir de 30 de dezembro.

Antes, quem entrasse no país deveria apresentar à companhia aérea, antes do embarque, documento que comprovasse a realização do teste, com resultado negativo, 72 horas antes do embarque.

Agora, o teste tem que ser realizado em laboratório reconhecido pela autoridade de saúde do país de embarque. Quem estiver em um voo com mais de 72 horas deverá apresentar documento que comprove a realização de um novo teste com resultado negativo para embarcar para o Brasil.

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.