Voos do Reino Unido são suspensos após variante da covid-19

2

Vários países da Europa e de outros continentes decidiram suspender nesta segunda-feira (21) voos do Reino Unido. A medida foi tomada após o surgimento de uma nova variante mais infecciosa da covid-19 que se espalhou rapidamente pela Inglaterra e País de Gales.

Vários países do mundo decidiram suspender voos do Reino Unido após o surgimento de uma nova variante mais infecciosa da covid-19

Autoridades do Reino Unido e da União Europeia se reúnem nesta segunda depois que vários países proibiram viagens do país. Estudos indicam que a nova variante é até 70% mais transmissível, mas não há evidências de que seja mais mortal. Também não há provas que sugiram que reaja de maneira diferente às vacinas.

Bloqueios ao Reino Unido

Canadá e Índia se juntaram aos países europeus no bloqueio de voos do Reino Unido. Além de afetar o tráfego aéreo, há interrupção nos serviços de trem para a Europa através do Túnel do Canal da Mancha.

A Irlanda proibiu por 48 horas os voos que chegam da Grã-Bretanha desde a meia-noite do último domingo (20). O conselho de não viajar à Irlanda partindo do Reino Unido vale tanto por via aérea quanto marítima. Entretanto, as travessias de balsa para frete continuam a funcionar.

França, Alemanha, Irlanda, Bélgica, Itália, Bulgária, Finlândia e Dinamarca estão entre os países que anunciaram proibições de vários tamanhos. Marrocos e Turquia também proibiram voos vindos do Reino Unido.

A Suíça proibiu a entrada de pessoas vindas de lá e exige que qualquer pessoa que entrar no país a partir de 14 de dezembro passe por uma quarentena de 10 dias.

A Rússia também suspendeu as ligações aéreas com o Reino Unido por uma semana, com restrições a partir da meia-noite de 22 de dezembro, conforme um comunicado do governo. A Arábia Saudita suspendeu todos os voos internacionais por uma semana por causa da pandemia, enquanto a Jordânia cancelou os voos vindos apenas do Reino Unido por duas semanas.

No entanto, a Espanha, um destino popular de férias para os britânicos, não proibiu voos do país. O governo informou que vai esperar pela resposta coordenada da União Europeia antes de tomar a decisão.

A nova variante da covid-19

De acordo com o primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, a variante é até 70% mais transmissível do que outros tipos. No entanto, “não há evidências que sugiram que seja mais letal ou cause doenças mais graves, ou que as vacinas sejam menos eficazes contra ele”, afirmou.

No último domingo (20), o secretário de Saúde britânico Matt Hancock acrescentou ao alarme quando disse que “a nova variante está fora de controle”. O Reino Unido registrou 35.928 outros casos confirmados, cerca do dobro do número de uma semana atrás.

O novo tipo da covid-19 é, atualmente, responsável por mais de 62% das infecções pela doença em Londres. Além disso, foi a causa de um lockdown adicional em todo o sudeste da Inglaterra.

Avalie o Artigo:
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.