Volume de serviços cresce levemente em abril, aponta IBGE

Setor acumula alta de 3,7% em 2021, mas registra queda de 5,4% nos últimos 12 meses, seguindo abaixo do nível registrado antes da pandemia da Covid-19

0

volume de serviços no país cresceu 0,7% em abril deste ano, quando comparado ao mês anterior. Essa leve alta eliminou uma pequena parte da retração de 3,1% observada em março. Já na comparação com abril de 2020, o indicador disparou 19,8%, taxa mais intensa já registrada nessa base comparativa.

Com o acréscimo do resultado de abril, a retração do setor nos últimos 12 meses passou de 8,0% em março para 5,4% em abril. Isso mostra que o setor vem se recuperando num ritmo mais forte a cada mês. A propósito, esta é a segunda taxa positiva seguida, após 14 meses de queda. 

Já no acumulado de 2021, o setor de serviços avança 3,7%, depois de fechar o primeiro trimestre com leve queda de 0,8%. No entanto, o setor segue abaixo do nível registrado em fevereiro do ano passado, último mês antes da decretação da pandemia da Covid-19 no mundo.

Duas das cinco atividades de serviços sobem no mês

De acordo com o IBGE, o volume do setor de serviços subiu em abril devido ao avanço em duas das cinco atividades pesquisadas, que puxaram o resultado nacional. Uma das atividades que subiram no mês foram os serviços de informação e comunicação (2,5%), que acumulam ganho de 4,7% nos últimos três meses.

Contudo, o destaque de abril ficou com os serviços prestados às famílias, com alta expressiva de 9,3% no mês. Apesar do forte avanço, o setor recupera apenas uma pequena parte do forte recuo de 28,0% registrado no mês anterior.

Em contrapartida, duas atividades caíram em abril: serviços profissionais, administrativos e complementares (-0,6%) e outros serviços (-0,9%). No primeiro caso, a atividade emendou a segunda queda seguida, acumulando retração de 2,0% entre março e abril. Por sua vez, o recuo de outros serviços eliminou uma pequena parte do ganho robusto de 6,2% em março.

Por fim, o setor de transportes, serviços auxiliares aos transportes e correio manteve estabilidade em abril, após cair 3,1% em março. O IBGE também informou que a média móvel trimestral subiu 0,5% no trimestre encerrado em abril, mantendo a trajetória ascendente iniciada em julho de 2020. Entre as atividades, apenas os serviços prestados às famílias acumulam retração no trimestre móvel (-4,9%).

Leia Mais: Vendas de supermercados têm leve alta em abril deste ano, diz Abras

Veja Também:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.