Viúva de Wagner Montes assume novo amor: “Não sei ficar sozinha”

Sonia Lima diz que é difícil se relacionar com uma nova pessoa, dois anos após a morte do apresentador

0

Sonia Lima, viúva do apresentador Wagner Montes, assume um novo amor! Dois anos após a morte do marido, ela engatou um namoro com um homem chamado Flávio. Em entrevista para a revista Quem, no último domingo (18), Sonia admite que foi bastante difícil dar uma chance para outro alguém em sua vida.

Grammy Latino reconhece funk brasileiro e fãs enaltecem Anitta: “Você venceu”

Mãe do ator Diego Montez, a ex-Miss conta que começou a conhecer “melhor” um empresário, ao perceber que não conseguiria seguir sozinha: “Depois de um tempo, descobri que não sei ficar sozinha. E estou me convencendo e amadurecendo a ideia de recomeçar. É difícil confiar e abrir a guarda novamente. As pessoas ao meu redor me pediam muito para baixar a guarda”.

Sonia conheceu Flávio, também de 61 anos, através de um amigo em comum e, desde então, eles são inseparáveis: “É bom poder se sentir viva novamente, mas é um relacionamento muito difícil pois eu tive um parceiro por muitos anos. É minha história de vida e me pego sempre em uma mesa falando dele, com uma outra pessoa do lado. É constrangedor. (…) Enfim, estamos nos conhecendo. Espero conseguir vencer todas as barreiras e dificuldades”.

Flávio e Sônia (Foto: Reprodução)
Sonia e o novo namorado, Flávio (Reprodução/Instagram/Quem)

Relembre a morte do apresentador

Wagner Montes, que além de apresentador era deputado estadual (PRB/RJ), faleceu aos 64 anos de idade em janeiro de 2019. A saúde de Wagner já estava fragilizada desde 2017, quando ficou afastado da Record por arritmia cardíaca.

Em novembro de 2018, Wagner foi internado por conta de uma infecção urinária no Rio de Janeiro e, alguns meses depois, teve um infarto ao entrar em um avião. O apresentador morreu devido à um choque séptico e sepse abdominal no Hospital Barra D’or.

Para a revista Quem, Sonia admitiu que os últimos momentos de vida do marido foram muito tristes: “Nunca imaginei minha vida sem o Wagner, mesmo sabendo da doença, nunca me imaginei sem ele. Está sendo difícil ainda. A primeira coisa que tive que aprender a lidar foi com o julgamento de pessoas, que não fazem ideia do que você viveu ou vive. Depois, acordar toda manhã e ver que não tinha uma vida, porque vivia apenas para ele, a vida dele e as necessidade dele”.

 

 

Veja também: André Marques perde o fôlego com performance de Paolla Oliveira no ‘Super Dança dos Famosos’

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.