Vitória surpreende o Inter no Beira-Rio, faz 3 a 1 e avança na Copa do Brasil

No jogo de ida, o Colorado havia vencido fora de casa por 1 a 0

0

O Vitória surpreendeu o Internacional e venceu por 3 a 1 nesta quinta-feira (10), no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, pela Copa do Brasil.

Assim, a equipe baiana, que estreou o técnico Ramón Menezes, se classificou para as oitavas de final da competição.

O time comandado pelo técnico espanhol Miguel Ángel Ramírez havia vencido por 1 a 0 na quinta-feira (3) passada e se complicou em casa após a expulsão do zagueiro Pedro Henrique no início do segundo tempo.

Agora, o Colorado volta a jogar no domingo (13), pelo Campeonato Brasileiro, quando visita o Bahia, a partir das 20h30, no estádio de Pituaçu.

No mesmo dia e horário, mas pela Série B do Brasileiro, o Vitória recebe o Operário de Ponta Grossa, no estádio do Barradão.

O jogo

Em campo, o Internacional começou melhor e quase abriu o placar com Yuri Alberto, que recebeu livre na grande área, mas mandou por cima, aos 4min.

Outra grande chance veio em passe de Moisés, que encontrou Taison pela direita; o atacante avançou e bateu cruzado, tirando tinta da trave.

O Colorado era amplamente superior e encurralava o Vitória no campo de defesa, mesmo tendo a vantagem do empate.

O Vitória precisava de pelo menos um gol para levar a decisão por pênaltis, mas não conseguia atacar. E o Inter ia tocando a bola no campo de ataque, buscando espaços para fazer o primeiro gol, que também não saía.

Para o time gaúcho, apesar do domínio territorial, faltava tranquilidade para conseguir concluir com perigo. Mas, na primeira chegada, aos 35min, o Vitória já acertou a trave do Inter, em chute despretensioso de Igor Catatau, que mais parecia um cruzamento.

Na sequência do lance, o Colorado puxou o contra-ataque pela esquerda e Yuri Alberto avançou, chutando para o goleiro fazer grande defesa.

O jogo ficou aberto e, aos 42min, Guilherme Santos puxou contra-ataque e, livre, chutou forte para a defesa de Daniel, que salvou o Inter.

Antes do intervalo, Moisés cobrou uma falta de longe e acertou a trave direita do goleiro do Vitória, quase abrindo o placar.

Etapa final

No segundo tempo, Pedro Henrique, que já havia sido expulso contra o Fortaleza pelo Campeonato Brasileiro, foi novamente expulso contra o Vitória, logo aos 5min da etapa final, de forma direta, após acertar um chute no peito do adversário.

Ainda assim, o Inter ainda criava chances e aos 13min quase abriu o placar com Saravia, que recebeu livre na direita e chutou em cima do goleiro.

Mas, aos 24min, Dinei acertou um chute de fora da área, a bola bateu no travessão, caiu em cima da linha e, na sobra, Samuel fez 1 a 0 para o Vitória.

O time baiano, naquele momento, estava bem melhor e, em seguida, teve a chance de ampliar o placar.

Mas o Internacional arranjou força para buscar o empate, com Jhonny, de cabeça, após receber um passe também de cabeça, dentro da pequena área: 1 a 1, aos 32min.

Porém, dois minutos depois, o Vitória ficou novamente em vantagem, com Eduardo, que marcou um golaço, de fora da área, acertando o ângulo esquerdo.

O Vitória chegou ao terceiro gol aos 39min com Guilherme Santos, de cabeça, desviando no canto direito do goleiro.

Para piorar, aos 48min, Boschilia foi expulso, após matar um contra-ataque, deixando o Inter com dois a menos.

 

Leia também: Atlético Mineiro elimina o Remo e avança às oitavas de final da Copa do Brasil

Veja Também:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.