Veja quando o aposentado pode seguir sendo membro de um sindicato

A Constituição fala claramente sobre esse assunto. Mas ainda existem muitas dúvidas sobre a presença de aposentados em sindicatos

0

A aposentadoria é o sonho de muita gente no Brasil. Muitos trabalhadores costumam fazer as contas para saber quanto falta para ter esse benefício. Mas depois que ele se aposentar, ele vai precisar sair da organização?

A resposta para essa pergunta está no artigo 8º da Constituição Federal. E na verdade ela é bem clara. O aposentado pode seguir sendo membro de um sindicato. Aliás, ele pode seguir não só sendo parte dessa organização, como pode também fazer parte de eleições.

Então ele seguirá tendo poder de decisão, de voto e de debate por lá. Além disso, ele pode se candidatar para cargos. Assim, ele pode votar e ser votado também. Aliás, é muito comum que dirigentes sejam trabalhadores aposentados.

Vale lembrar que participar dessa organização é uma decisão facultativa. Dessa forma, o trabalhador é que vai decidir se quer fazer parte ou não. Assim, a decisão de seguir fazendo parte do sindicato após a aposentadoria segue sendo apenas do trabalhador. Nada muda nesse sentido.

Aposentado no Sindicato

Mas por que um trabalhador aposentado iria querer seguir em um sindicato após a sua aposentadoria? Acontece que boa parte dos sindicatos oferecem uma série de benefícios para os trabalhadores que se filiam.

E esses benefícios vão para além da luta pela manutenção dos direitos. Um sindicato pode, por exemplo, oferecer convênios de descontos de serviços com outras empresas. É, aliás, uma maneira de oferecer vantagens para esse trabalhador.

Assim, o aposentado que quiser permanecer no sindicato seguirá usufruindo de todos os direitos que aquele sindicato oferece. Por outro lado, ele não precisa ganhar algum benefício por ser um trabalhador aposentado.

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.