Veja os casos onde a empresa precisa pagar o adicional de transferência

Casos assim são comuns quando o empregado precisa passar a morar em outra cidade. Veja o valor do adicional de transferência

0

Você sabe o que é um adicional de transferência? Se você nunca ouviu falar desse direito, não tem problema. A gente explica. Mas o primeiro ponto é entender que nem todo mundo pode receber esse benefício.

Em regra geral, o adicional de transferência é um acréscimo de 25% no valor do salário. Ele vai para profissionais que precisam se mudar para outra cidade onde não tem uma residência. Ou seja, esse valor serve para ajudar nos custos da mudança.

Pelas regras trabalhistas, a empresa precisa pagar esse adicional para o empregado que se mudar para outra filial, por exemplo. Além disso, a empresa precisa pagar os custos da mudança ou transporte do empregado para outra cidade.

Vale lembrar que esse dinheiro é considerado parte do salário. É importante dizer isso porque é preciso ficar claro que isso é uma espécie de aumento de salário. Ou seja, você não vai receber esse acréscimo apenas durante os primeiros meses da mudança. Mas durante toda a sua estadia na nova cidade.

Além disso, vale lembrar que 25% é um valor mínimo. Assim, a empresa é livre para decidir se o aumento pode ser maior. Seja como for, o valor mínimo obrigatório são os 25%. Ou seja, a empresa só não pode abaixar o valor.

Adicional de Transferência

Mas essa regra vale para todo mundo? Não. Existem três casos onde o empregador não precisa pagar o adicional ao trabalhador. Veja abaixo:

  • Cargo Comissionado.
  • Em caso de fechamento de filial.
  • Se a transferência estiver prevista no contrato.

Ou seja, nessas três situações acima o empregador não é obrigado a pagar o adicional. Nada o impede de pagar. Mas isto deixa de ser uma obrigação. Vale lembrar que ele também não precisa pagar se o próprio empregado pedir pela mudança.

Imagine a situação: o empregado pede para ir para outra filial em uma cidade diferente. O empregador pode aceitar ou não a proposta. Mas se aceitar, não precisará pagar esse adicional de transferência.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.