Vacinação contra covid começa antes do planejado na UE

3

A Hungria e a Eslováquia começaram a campanha de vacinação contra a covid-19 neste sábado (26). Portanto, um dia antes da data de lançamento planejada pela Comissão Europeia para todos os países da União Europeia (UE).

Hungria e Eslováquia receberam, cada um, pouco menos de 10 mil doses da vacina Pfizer/BioNtech ainda neste sábado. É o primeiro carregamento que os dois países recebem. Desde o início desta semana, todos os Estados-membros da UE passaram a receber as doses, mas a vacinação não deveria começar nas 27 nações do bloco até domingo (27)

Contudo, conforme a imprensa internacional, os governos da Hungria e da Eslováquia já confirmaram que seus respectivos países já começaram a imunizar os profissionais de saúde.

Vacinação na União Europeia

A vacina Pfizer/BioNtech, que requer duas injeções, foi aprovada pela Agência Europeia de Medicamentos (EMA) na última segunda-feira (12). A UE garantiu até 300 milhões de doses e espera que as primeiras 200 milhões de doses sejam entregues até setembro de 2021.

Além disso, o bloco também fechou acordos semelhantes com outras empresas farmacêuticas. Por exemplo, Sanofi-GlaxoSmithKline, AstraZeneca, Janssen Pharmaceutica NV, CureVac e Moderna. 

De acordo com a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, os contratos significam que o bloco “garantiu doses suficientes de vacinas para toda a população, de 450 milhões de pessoas”.

A EMA deve decidir se aprova ou não a vacina Moderna em 6 de janeiro.

Imunização no mundo

Desesperados por alívio para a pior pandemia em um século, os países fecharam acordos para garantir o acesso à vacina. Pelas contas da Bloomberg, 8,15 bilhões de doses já têm destino. Isso seria suficiente para cobrir mais da metade da população mundial se as vacinas fossem distribuídas de maneira uniforme, já que a maioria das vacinas usa duas doses.

Ainda de acordo com dados da Bloomberg, até a última quinta-feira (24), sete países aplicaram mais de 3,5 milhões de doses. Os Estados Unidos lideram o ranking com 1,23 milhão de pessoas que receberam a primeira injeção da vacina.

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.