Vacinação contra Covid-19 será anual, diz secretário de Saúde de São Paulo

Estado vacinará pessoas de 36 e 35 anos entre 15 e 18 de julho

0

Nesta quarta-feira (14), o secretário estadual de Saúde de São Paulo, Jean Gorinchteyn, afirmou que a vacinação contra Covid-19 será anual, como ocorre com a gripe. A informação foi dada durante evento no Instituto Butantan para a entrega de mais 800 mil doses da CoronaVac ao Ministério da Saúde.

“Entendemos que o coronavírus veio para ficar assim como em 2009 o H1N1, vírus da gripe, veio e ficou”, afirmou Gorinchteyn. “Anualmente precisamos fazer dose adicional. Normalmente assim é feito por se tratar de um vírus respiratório, que vai ser mantido endêmico na nossa sociedade”, completou o secretário.

Na avaliação de Gorinchteyn, a vacinação anual é a única maneira de evitar novas epidemias de Covid-19 no país, mantendo a imunologia da população contra o coronavírus.

O diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, concorda com o secretário de saúde paulista. De acordo com uma declaração dada no mês de maio, para ele, “tudo indica” que a vacinação contra Covid-19 deve ser anual.

“A não ser que a gente tenha mudanças nas próprias vacinas. As vacinas que nós temos hoje, neste momento, levariam a uma necessidade anual de vacinação”, afirmou Covas.

São Paulo antecipa calendário de vacinação contra Covid-19

De acordo com o novo calendário de vacinação contra Covid-19 no estado de São Paulo, todos os adultos devem receber ao menos a primeira dose do imunizante até o dia 20 de agosto.

Hoje marca o último dia de vacinação para pessoas de 37 a 39 anos. Entre amanhã (15) e o dia 18 de julho, começa a imunização de quem tem 35 ou 36 anos.

Confira o calendário de vacinação no estado de São Paulo:

37 a 39 anos: de 8 a 14 de julho;
35 e 36 anos: de 15 a 18 de julho;
30 a 34 anos: de 19 de julho a 4 de agosto;
25 a 29 anos: de 5 a 12 de agosto;
18 a 24 anos: de 13 a 20 de agosto.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.