Vacina da Janssen: Brasil receberá 1,5 milhão de doses nesta terça

Informação foi dada hoje pelo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga

0

Nesta segunda-feira (21), o ministro Marcelo Queiroga afirmou que o Brasil receberá 1,5 milhão de doses da vacina da Janssen contra Covid-19 nesta terça (22). A informação foi dada durante audiência pública na Comissão Temporária da Covid-19 no Senado.

Será o primeiro carregamento da vacina da Janssen que chega ao país. O lote faz parte da antecipação de parte das 38 milhões de doses compradas do laboratório que é o braço farmacêutico da empresa Johnson & Johnson. A previsão inicial era de que 3 milhões de doses seriam antecipadas, entretanto, isso não se concretizou.

“Em relação à vacina da Janssen, essas vacinas estavam previstas no nosso calendário para o último trimestre do ano. Eram 38 milhões de doses. Inicialmente, negociamos com a Janssen e eles iriam nos antecipar na semana passada três milhões de doses. Lamentavelmente não foi possível a chegada dessas três milhões de doses”, disse Queiroga.

“Mas eu já antecipo em primeira mão que amanhã deve chegar no aeroporto de Viracopos, de Guarulhos, 1,5 milhão de doses da vacina Janssen. São vacinas úteis, como as outras, mas essa é uma dose única que permite uma imunização mais rápida”, continuou o ministro.

O Ministério da Saúde segue em negociação para tentar antecipar mais doses do imunizante que funciona com uma única dose, ao contrário das demais vacinas contra Covid-19 disponíveis no país.

“Esse quantitativo que o ministro indicou, de 1,5 milhão de doses, estamos trabalhando ainda para tentar algumas confirmações ainda essa semana para doses adicionais desse novo imunizante, que passará a integrar então o PNI (Programa Nacional de Imunização)”, afirmou o secretário-executivo do Ministério da Saúde, Rodrigo Cruz.

Doses da vacina da Janssen tiveram prazo de validade ampliado

Inicialmente com prazo de validade até 27 de junho de 2021, as doses da vacina da Janssen que serão recebidas nesta terça (21) tiveram o vencimento ampliado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e agora expiram no dia 8 de agosto deste ano.

“A aprovação foi baseada em uma criteriosa avaliação dos dados de qualidade dos estudos que demonstrou que a vacina tende a se manter estável pelo período (4,5 meses) bem como considerou decisão da Agência Norte-americana (Food and Drug Administration – US FDA), que também aprovou a referida alteração em 10 de junho de 2021”, justificou a Anvisa.

A vacina da Janssen já foi aprovada para uso no Brasil pela Anvisa e deve ser capaz de acelerar a campanha de vacinação contra Covid-19 no país, ao funcionar com apenas uma dose.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.