Vacina contra Covid-19 para crianças será distribuída na 2ª quinzena de janeiro, diz Queiroga

Parte das 100 milhões de doses do imunizante da Pfizer será trocada pela versão pediátrica

0

Nesta segunda-feira (3), o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou que as vacinas da Pfizer contra Covid-19 para crianças de 5 a 11 anos devem chegar ao Brasil na segunda quinzena de janeiro e serão distribuídas aos estados assim que forem recebidas pelo Ministério da Saúde.

“Essa questão da vacinação infantil já está definida de forma clara, transparente. Pela primeira vez no país há uma ampla discussão com a sociedade que é fundamental. Na segunda quinzena de janeiro essas vacinas vão começar a chegar e vão ser distribuídas como nós temos distribuído”, disse Queiroga em conversa com jornalistas após um evento no ministério.

A vacina da Pfizer contra Covid-19 para crianças de 5 a 11 anos foi aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) no dia 16 de dezembro. No entanto, o Ministério da Saúde, até o momento, não havia dado informações sobre o cronograma de entrega das doses pediátricas.

Ao invés de iniciar os trâmites para garantir a imunização das crianças o mais rápido possível, o presidente Jair Bolsonaro (PL) criticou a vacinação infantil contra Covid-19, enquanto o ministro Queiroga criou uma consulta pública na tentativa de que seja validada a ideia da exigência de pedido médico para aplicar o imunizante de uso pediátrico.

Especialistas da área de Saúde criticaram a lentidão para a tomada de decisão e a razão pela qual foi aberta uma consulta pública pedindo a participação de pessoas leigas no assunto, mesmo após a Anvisa já ter aprovado a vacinação infantil contra Covid-19. A medida também é apoiada pela Sociedade Brasileira de Pediatria, entre outras entidades médicas do país.

Através de uma nota, a Pfizer informou que está trabalhando com o governo federal para definir o cronograma de entrega da vacina infantil contra Covid-19. O Ministério da Saúde tem um contrato que prevê a entrega de mais 100 milhões de doses, sendo que parte delas pode ser do imunizante de uso pediátrico.

Avalie o Artigo:

Está "bombando" na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.