Unicamp reduz lista de obras obrigatórias para Vestibular 2021

A ação ocorre por causa da pandemia de coronavírus, e em caráter excepcional, devido às dificuldades de acesso a bibliotecas.

0

A Comissão Permanente para os Vestibulares da Unicamp (Comvest) informou na manhã desta segunda-feira (4), que reduziu o número de obras obrigatórias para o Vestibular Unicamp 2021.

A lista do exame atual será reduzida de 12 obras para sete, as quais são de fácil acesso ou domínio público e podem ser acessadas na página da Comvest na internet. Essa medida tem caráter excepcional e em virtude da dificuldade de acesso a bibliotecas e os efeitos na educação pública e privada.

A Comvest também decidiu reduzir a lista de títulos de leitura obrigatória, a partir do Vestibular Unicamp 2022, das até então 12 para 10 obras, conservando o maior número possível de gêneros literários e a diversidade estética e histórica. Definiu-se, ainda, que serão substituídas quatro obras da lista atual para a lista que será exigida no Vestibular 2022.

Lista para o Vestibular Unicamp 2021:

  • Sonetos escolhidos, de Camões;
  • Sobrevivendo no Inferno, do grupo Racionais Mc’s;
  • O Espelho, de Machado de Assis;
  • O Marinheiro, de Fernando Pessoa;
  • A Falência, de Júlia Lopes de Almeida;
  • O Ateneu, de Raul Pompeia;
  • Sermões, de Antonio Vieira.

Excluídos:

Segundo a comissão ficam excluídas as obras:

  • A teus pés;
  • O seminário dos ratos;
  • História do cerco de Lisboa;
  • Quarto de despejo; A cabra vadia.

Lista para o Vestibular Unicamp 2022

As obras Sermões, de Antonio Vieira; História do Cerco de Lisboa, de José Saramago; A teus pés, de Ana Cristina César, e O Espelho, de Machado de Assis serão substituídas, respectivamente, pelos seguintes textos literários: Carta de Achamento do Brasil, de Pero Vaz de Caminha; Niketche – uma História de Poligamia, de Paulina Chiziane; Tarde, de Olavo Bilac e Bons dias, de Machado de Assis. Já as obras Cabra vadia, de Nelson Rodrigues, e Quarto de despejo, de Carolina Marina de Jesus, serão excluídas da lista de livros do Vestibular em 2022, reduzindo dessa forma a lista de doze títulos para dez títulos.

Os critérios gerais utilizados para a substituição das obras foram a representatividade dessas manifestações literárias nas práticas letradas e nas tradições culturais de língua portuguesa, o padrão de elaboração estética e a presença de núcleos temáticos adequados à formação pedagógica do aluno no ensino médio, na medida em que tais núcleos permitem abordagens interdisciplinares na área de humanidades.

Com a substituição de quatro obras e a exclusão de dois títulos, a lista para o Vestibular Unicamp 2022 fica com seis gêneros literários (Poesia, Conto, Teatro, Romance, Crônica e Carta/Relato de Viagem) e dez autores (Camões, Racionais, Olavo Bilac, Ligia F. Telles, F. Pessoa, Paulina Chiziane, Júlia Lopes de Almeida, Machado de Assis e Pero Vaz de Caminha).

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.