UFMG pesquisa vacina da tuberculose contra o coronavírus

Com a bactéria inoculada no corpo através da vacina, o organismo deverá produzir os anticorpos contra o coronavírus.

0

Em busca de uma vacina contra o coronavírus, a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) está em estudos sobre o uso da BCG, vacina aplicada em larga escala pelo mundo para imunização contra a tuberculose.

Segundo o professor Sérgio Costa, que está a frente das pesquisas, a intenção é fazer com que a bactéria usada na vacina contra tuberculose produza também a proteína do vírus SARS-CoV-2.

Com a bactéria inoculada no corpo através da vacina, o organismo deverá produzir os anticorpos contra o coronavírus.

Portanto, neste momento, os pesquisadores trabalham na clonagem dos gens do vírus para que a proteína seja produzido pela bactéria.

A próxima fase é o teste em animais, que deve ser iniciado até o fim do ano.

De acordo com o professor, ainda não há previsão para a testagem em humanos.

Vacina contra o coronavírus testada no Brasil é a mais avançada

UFMG pesquisa vacina da tuberculose contra o coronavírus
UFMG pesquisa vacina da tuberculose contra o coronavírus – Foto: Pixabay

Nesta sexta-feira (26), a OMS – Organização Mundial da Saúde afirmou que a vacina contra o coronavírus que vem sendo produzida pela Universidade de Oxford em parceria com o laboratório AstraZeneca, no Brasil, está na fase mais avançada nos testes.

As declarações foram feitas pela cientista-chefe da entidade, Soumya Swaminathan.

Lembrando que mais de 200 vacinas contra o coronavírus Sars-CoV-2 são testadas ao redor do mundo, das quais 15 já entraram em fases clínicas.

A OMS afirmou, ainda, que está em contato com diversas fabricantes chinesas para acompanhar o desenvolvimento de seus trabalhos.

Dentre os pesquisadores da Universidade de Oxford, uma brasileira está a frente das pesquisas.

Portanto, segundo os especialista, o Brasil foi escolhido porque a curva epidemiológica ainda é ascendente e os resultados poderão ser mais assertivos.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.