UFC prepara Anderson Berinja x Jack Shore na Ilha da Luta

0

O UFC escalou mais um brasileiro para lutar na Ilha da Luta, em Abu Dhabi. No evento que será disputado dia 15 de julho, que vai ter Calvin Kattar x Dan Ige no main event, a organização encaminhou o confronto entre o brasileiro Anderson Berinja e o galês Jack Shore. Porém, os contratos de luta ainda não foram assinados.

Respeita o moço Foto Twitter Anderson Berinja
Respeita o moço / Foto: Twitter Anderson Berinja

Com cartel de 28 lutas, sendo 20 vitórias e oito derrotas na carreira, Berinja, aos 34 anos, busca seu primeiro resultado positivo desde que foi entrou no UFC. Até agora fez duas lutas na Ultimate e saiu derrotado por Nad Narimani e Andre Ewell, em duas decisões unânimes.

Shore, por sua vez, tem 25 anos e está invicto com 12 triunfos em 12 confrontos na sua promissora carreira. O galês vai para o segundo combate no UFC. Na estreia, venceu Nohelin Hernández no terceiro assalto, por finalização, em setembro do ano passado.

UFC: Kattar x Ige

15 de julho de 2020, na Ilha da Luta, em Abu Dhabi

CARD PRINCIPAL (previsto para às 23h, horário de Brasília):
Peso-pena: Calvin Kattar x Dan Ige
Peso-galo: Pedro Munhoz x Frankie Edgar
Peso-palha: Carla Esparza x Marina Rodriguez
Peso-meio-médio: Abdul Razak Alhassan x Mounir Lazzez
Peso-pena: Jared Gordon x Chris Fishgold

CARD PRELIMINAR (previsto para às 20h, horário de Brasília):
Peso-meio-pesado: Vinícius Mamute x Modestas Bukauskas
Peso-mosca: Molly McCann x Taila Santos
Peso-pena: Ricardo Carcacinha x Lerone Murphy
Peso-médio: John Phillips x Dusko Todorovic
Peso-mosca: Tim Elliott x Ryan Benoit
Peso-mosca: Diana Belbita x Liana Jojua
Peso-galo: Jack Shore x Anderson Berinja

A primeira edição do UFC na Ilha da Luta está programada para ocorrer no dia 11 de julho, com lutas muito interessantes, principalmente aos dos brasileiros entre Petr Yan x José Aldo no cinturão dos pesos-galos e Kamuru Usman x Gilbert Durinho no cinturão dos pesos meio-médios. Além dos brasileiros na disputa, teremos também Alexander Volkanovski e Max Holloway, pelo cinturão dos pesos-penas.

Essa é mais uma das alternativas encontradas pelo UFC para realizar seus efeitos em meio à pandemia do novo coronavírus. A organização praticamente não interrompeu suas atividades em meio as dificuldades com a Covid-19.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.