TV Globo é condenada a pagar R$30 mil para manicure que esteve no Caldeirão do Huck

O caso ocorreu em 2012 e ela alegou descumprimento do programa

0

A TV Globo foi condenada a pagar R$30 mil de indenização para a manicure Vânia Ibraim de Oliveira nesta quinta-feira, dia 14.

Ex-apresentadora da TV Globo diz ter sofrido assédio na emissora

De acordo com o site Notícias da TV, a manicure entrou com o processo em 2012 após participar do quadro Mandando Bem do Caldeirão do Huck. 

Na ação ela alegou o descumprimento dos prêmios que tinha lhe sido prometidos, ao vivo, por Luciano Huck.

Em sua participação, Vânia ganhou as seguintes promessas: entrega de uma moto reformada e duas novas, pagamento de salário, R$30 mil e um automóvel.

Além disso, dois laptops, trailer, abertura da empresa e licenças e elaboração da sua marca.

No caso, a manicure apareceu no Caldeirão do Huck pois ela estava empreendendo e queria fazer uma manicure express.

O problema é que no processo, Vânia alegou que não recebeu todos os prêmios, além de dificuldade de licenciar sua empresa.

Vânia, inicialmente, pediu R$200 mil de indenização e um salário de R$3,5 mil.

A TV Globo perdeu na primeira instância, mas entrou com recurso afirmando que todas as obrigações foram cumpridas.

O juiz então, decidiu uma indenização de R$30 mil além de um salário de R$1,9 mil por mês pelo seu tempo de estudo.

Vânia ainda atua como manicure express.

Relembre o quadro

Luciano recebeu Vânia no Caldeirão bastante animado para contar sua história, como reconta o site Notícias da TV.

Ele a descreveu como:

Vânia Ibraim é nascida na favela da Maré e criou os seus dois filhos fazendo unha. Ela tem um espírito empreendedor muito claro. Ela conseguiu, com muito esforço, comprar uma moto e já estava na terceira moto. As motos estavam quebrando de tanto que ela rodava a cidade do Rio de Janeiro. Era um serviço de manicure express.

Impressionado com o empreendedorismo da jovem, ele contou que fez a seguinte exigência para lhe dar os prêmios:

A Vânia escreveu pro Mandando Bem, eu peguei a moto e prometi que, se ela se transformasse numa empreendedora estudando e entendendo o mercado, eu iria transformar a moto dela nos prêmios que ela receberá hoje.

Leia Também:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.