Trabalhadores em home office: pesquisa mostra que 74% têm curso superior

Atualmente, 10% do total de ocupados trabalham de maneira remota; dos trabalhadores em home office, 56% são mulheres e 44% são homens

0

O Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) revelou que 74% dos trabalhadores em home office têm curso superior.

De acordo com levantamento do Dieese, do total de ocupados, atualmente 10% trabalham de maneira remota atualmente. Ou seja, de 840 milhões de trabalhadores, 8,4 milhões exercem suas funções de suas casas.

Além disso, desse universo de trabalhadores em home office, 56% são mulheres e 44%, homens. Ainda conforme o estudo, 32% ganham mais de 3 salários mínimos e 72% têm casa própria. Enquanto 18% ganham mais de 2 salários mínimos até 3 salários mínimos, 7% ganham de 1 a 2 salários mínimos e 4% ganham menos de 1 salário mínimo.

Todavia, entre os 8,4 milhões de trabalhadores em home office, apenas 34% são negros.

O Dieese também indicou que a proporção de trabalhadores em home office é maior em São Paulo. Do total de 19,6 milhões de ocupados no estado, 15% estão em trabalho remoto, ou 2,9 milhões. Destes, 54% são mulheres e 46% são homens.

Contudo, a proporção de negros é menor que no cenário brasileiro, sendo apenas 21%. Mas, do mesmo modo que no levantamento nacional, 74% têm curso superior. Sendo que 37% ganham mais de 3 salários mínimos, 23% ganham entre mais de 2 salários mínimos até 3 salários mínimos, 9% ganham de 1 a 2 salários mínimos e 7% ganham até 1 salário mínimo. Porém, somente 70% têm casa própria.

Fique por dentro de todas as notícias sobre Economia no Brasil123.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.