Trabalhadores de eventos protestam por retorno dos shows no AM

Logo depois que o Governo voltou atrás e flexibilizou as restrições do comércio, trabalhadores da área de eventos pediram o mesmo

1

Trabalhadores de eventos se reuniram na manhã desta segunda-feira (28) para pedir flexibilizações das restrições do Governo do Amazonas na área. O protesto aconteceu na frente da sede do Governo do Estado e contou com dezenas de pessoas.

Na última semana, logo depois que o Governo decretou novas restrições, trabalhadores do comércio fizeram grandes protestos em Manaus. Milhares de pessoas foram às ruas para pedir a reabertura das atividades na área.

Depois de muita pressão, o Governo decidiu voltar atrás. Depois de muita conversa, o Governador Wilson Lima decidiu reabrir o comércio nesta segunda-feira (28), mesmo que com restrições mais brandas agora.

Mas mesmo depois dessa conversa, ele seguiu proibindo shows, eventos ou qualquer cerimonial que que provoque aglomerações. Como o decreto vale por 15 dias, então dá pra dizer que as festas de final de ano estão de fato proibidas.

Foi por isso que os trabalhadores de eventos decidiram protestar também. Entre outras coisas, eles afirmaram que o Governador está “tirando do povo o direito de trabalhar”. Os epidemiologistas discordam dessa afirmação.

Eventos no Amazonas

O Amazonas registrou 88 novas internações no estado neste domingo (27). É portanto um número que preocupa porque faz o estado voltar para uma taxa muito semelhante daquela que se viu no início da pandemia por lá.

Ao todo, 5,1 mil pessoas morreram no estado desde o início do período pandêmico por lá. O estado foi portanto um dos que mais sofreram com toda a situação. No Amazonas, o sistema de saúde e de funerária entraram em total colapso. Há portanto um temor de que isso aconteça de novo.

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.