Torino vence e rebaixa o Parma para a Série B do Italiano

Time de Turim, por sua vez, ainda corre risco de queda, mas subiu para 15º lugar

0

O Torino venceu o Parma por 1 a 0 na tarde desta quarta-feira (9), no estádio Olímpico Grade Torino, em Turim, no fechamento da 34ª rodada do Campeonato Italiano.

O time da casa, com o resultado, foi a 34 pontos e se afastou da zona de rebaixando, ganhando o necessário refresco para brigar nas últimas quatro rodadas pela permanência na elite italiana.

E, com o resultado, o Parma está matematicamente rebaixado para a Série B da próxima temporada.

O Torino, que era o primeiro time fora da zona de rebaixamento, foi a 34 pontos, subindo para 15º lugar e abrindo três pontos de vantagem para a região da degola.

O time parmesão, no entanto, continuou com 20, na vice-lanterna, e agora está matematicamente rebaixado.

Assim, acompanha o Crotone, lanterna, que teve sua queda consolidada no sábado ao perder em casa para a Internazionale de Milão.

Agora, no domingo, o Torino visita o Verona, a partir das 10h, na casa do adversário, enquanto o Parma, no mesmo horário, recebe a Atalanta, em um melancólico cumprimento de tabela.

A vitória

A partida entre os dois times da parte de baixo da tabela foi bastante truncada e com poucas oportunidades de gol.

No primeiro tempo, o Torino teve algumas chances de abrir o marcado, mas sem a objetividade necessária.

O Parma, quase rebaixado até então, criava poucas oportunidades e quase não ameaçava.

No segundo tempo, entretanto, o time de Turim voltou mais determinado, com mais volume de jogo e o gol parecia mais próximo.

Aos 18min, o kosovar Vojvoda marcou um belo gol, da entrada da área, dando o alívio necessário para o time da casa.

Depois, o Torino administrou bem o placar e não deixou os visitantes ameaçarem.

No final, foi só lamento para o Parma e alívio momentâneo para o Torino, que ainda tem quatro jogos para tentar se livrar da queda matematicamente.

Leia também: West Ham vence o Burnley fora de casa na Premier League

Leia Também:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.