Teto dos benefícios do INSS sobe para R$6.433,57

0

Na última quarta-feira (13) o Ministério da Economia publicou no Diário Oficial da União a portaria com o reajuste de 5,45% dos benefícios do INSS – Instituto Nacional do Seguro Social, isso para aqueles cidadãos que recebem acima de 1 salário mínimo.

Teto dos benefícios do INSS

Devido ao reajuste anunciado, o teto dos benefícios do INSS subiu de R$6.101,06 para R$6.433,57. Ainda por causa do reajuste de 5,45% pelo Índice Nacional de Preços pelo Consumidor (INPC), quem ganha mais, vai contribuir mais e quem ganha menos, vai contribuir menos para o INSS.

Contudo, importante destacar que o reajuste de 5,45% não será devido a todos os beneficiários, visto que os que tiveram os benefícios do INSS concedidos ao longo no ano de 2020 terão alíquota diferente.

Dessa forma, quem teve o benefício concedido até janeiro de 2020 vai fazer jus ao reajuste de 5,45%. Já, aqueles cujo benefício do INSS foi concedido em fevereiro terão direito a 5,25%. Os beneficiados em março e abril, terão direito a 5,07% e 4,88%, respectivamente. Já, os beneficiados em maio e junho, terão direito a 5,12% e 5,39%, respectivamente.

Aqueles que tiveram o benefício do INSS concedido em julho e agosto de 2020, terão direito a reajuste de 5,07% e 4,61%, respectivamente. Por fim, os beneficiados em setembro, outubro, novembro e dezembro, terão alíquota de reajuste em 4,23%, 3,34%, 2,42%, 1,46%, respectivamente.

O reajuste também vai afetar as contribuições dos trabalhadores avulsos, domésticos e trabalhadores com carteira assinada. A partir de fevereiro eles deverão pagar:

  • 7,5%, se receber até 1 salário mínimo;
  • 9%, os que recebem entre R$ 1.100,01 e 2.203,48;
  • 12% aqueles que ganham entre R$ 2.203,49 e R$ 3.305,22;
  • 14% os que ganham salário entre R$ 3.305,23 e R$ 6.433,57.

Os recolhimentos de janeiro seguem a tabela anterior dos benefícios do INSS, visto que são relativos aos salários de dezembro.

Nesta semana também, o Ministério da Economia divulgou que vai adiantar o 13º salário dos aposentados do INSS. A intenção do Governo é pagar a primeira parcela do 13º dos aposentados do INSS no próximo mês e a segunda, em março.

Leia também:
INSS 2021: beneficiários podem receber de atrasados mais de R$60 mil; entenda
Governo vai antecipar 13º dos aposentados do INSS, confira

Acompanhe todas as notícias sobre os benefícios do INSS, bem como outros direitos dos trabalhadores no site do Brasil 123 e na página do Facebook.

Leia Também:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.