Terremoto de magnitude 6,3 atinge a Croácia

2

Um forte terremoto atingiu o centro da Croácia nesta terça-feira (29) e causou grandes danos a casas e outros prédios em uma cidade a sudeste da capital, Zagreb. As autoridades locais disseram que uma menina de 12 anos morreu em Petrinja. O município com cerca de 25 mil habitantes foi o mais atingido pelo terremoto.

Terremoto na Croácia
Tijolos caídos e poeira cobriram as ruas, e muitas casas foram completamente destruídas. (Reprodução: Reuters)

Contudo, o tremor foi sentido em toda a Croácia e nas vizinhas Sérvia, Bósnia e Eslovênia. Além disso, a imprensa europeia também informa que os abalos também chegaram em menor escala na Áustria e na Itália.

De acordo com a imprensa internacional, pelo menos 20 pessoas feridas foram para hospitais da região. Duas delas têm ferimentos graves. Tijolos caídos e poeira cobriram as ruas, e muitas casas foram completamente destruídas. Portanto, o Exército da Croácia foi para Petrinja para ajudar na operação de resgate.

O prefeito de Petrinja, Darinko Dumbovic, pediu ajuda ao lamentar a tragédia. “Minha cidade foi completamente destruída. Temos crianças mortas. É como Hiroshima: metade da cidade não existe mais. A cidade foi demolida e não é mais habitável. Por isso, nós precisamos de ajuda”, afirmou em um comunicado transmitido pela TV estatal.

O primeiro-ministro croata Andrej Plenkovic e outros ministros do governo chegaram a Petrinja após o terremoto. “Ninguém deve ficar no frio esta noite”, disse o primeiro-ministro. Conforme Plenkovic, o Exército tem 500 vagas prontas em quartéis para abrigar pessoas. Outra parte dos desalojados vai para hotéis próximos e outros locais disponíveis.

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, escreveu no Twitter que falou com Plenkovic. Ela disse que já escolheu um representante do bloco para viajar à Croácia o mais rápido possível.

Terremotos na Croácia

mapa terremoto Croácia
De acordo com o Centro Sismológico Europeu do Mediterrâneo, o abalo sísmico de magnitude 6,3 atingiu 46 quilômetros a sudeste da capital Zagreb

O Centro Sismológico Europeu do Mediterrâneo informou que um abalo sísmico de magnitude 6,3 atingiu 46 quilômetros a sudeste da capital croata na manhã desta terça-feira. Relatórios iniciais apontam que o terremoto causou grandes danos. Por exemplo, derrubou telhados, fachadas de edifícios e até mesmo prédios inteiros.

Um terremoto de 5,2 atingiu a mesma área atingida na última segunda-feira (28). Como resultado, o centro de pesquisa registrou vários tremores menores na terça-feira antes do grande abalo de magnitude 6,3.

Por ser um país mediterrâneo, a Croácia está sujeita a terremotos, mas não grandes. O último forte terremoto ocorreu na década de 1990, quando a pitoresca vila de Ston na costa do Adriático foi destruída.

Avalie o Artigo:
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.