Sikêra Jr. tem perfil desativado no Instagram após denúncia de internautas

O apresentador do 'Alerta Nacional' segue sendo repudiado pelo público após discurso de ódio contra o público LGBTQIA+

0

Sikêra Jr. foi denunciado por internautas, na última terça-feira (6), e perdeu o perfil no Instagram, onde tinha mais de 6 milhões de seguidores. Essa é mais uma das consequências que o apresentador do ‘Alerta Nacional’, da RedeTV!, sofre após proferir um discurso de ódio contra a comunidade LGBTQIA+, taxando-os de “raça desgraçada”.

Karina Bacchi chora ao relatar crise recente no casamento

O perfil Sleeping Giants Brasil vem fazendo uma campanha extensa para que ele perca anunciantes e, com a ajuda dos internautas, conseguiu até que o maior patrocinador do jornalista, a farmácia Ultrafarma, deletasse seus perfis no Instagram.

De acordo com o site Notícias da TV, Sikêra perdeu o perfil por conta de inúmeras denúncias por conteúdo inapropriado. O apresentador já está em contato com a plataforma para reaver sua conta, mas isso é considerado muito difícil por conta da própria política de denúncias do Instagram.

Entenda toda a polêmica do apresentador

Os comentários do comunicador ocorreram após o comercial do Burguer King, no qual exibia crianças de casais homoafetivos. Sikêra, assim como muitos conservadores, ficou bastante nervoso com o anúncio e durante o ‘Alerta Nacional’, da RedeTV! do dia 25 de junho, disparou:

A criançada está sendo usada. Um povo lacrador que não convence mais os adultos e agora vão usar as crianças. É uma lição de comunismo: vamos atacar a base, a base familiar, é isso que eles querem. Nós não vamos deixar.

O apresentador ainda se referiu à comunidade como “raça desgraçada” e ameaçou: “Vocês são nojentos. A gente está calado, engolindo essa raça desgraçada, mas vai chegar um momento que vamos ter que fazer um barulho maior. Deixa a criança crescer, brincar, descobrir por ela mesma. O comercial é podre, nojento”.

Sikêra se retratou durante o programa no dia 29 de junho, pedindo desculpas por xingar, mas afirmando que mantém sua opinião sobre o comercial. Apesar dessa tentativa, o apresentador é alvo de dois processos após discurso de ódio no ar: do Ministério Público Federal de R$10 milhões e da Aliança Nacional LGBTI+ por R$5 milhões. 

O ‘Alerta Nacional’ e a RedeTV! também perderam inúmeros patrocinadores como Casas Bahia, MRV, Tim Sorridents, Magazine Luiza, HapVida, BetSul, Seara, BMW Group, Delinea Corpus e Blindex. 

 

 

Veja também: Karina Bacchi chora ao relatar crise recente no casamento

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.