Sikêra Jr. entra com ação na Justiça e se diz ‘perseguido’ por comunidade LGBTQIA+

O jornalista do 'Alerta Nacional', da RedeTV!, pede R$100 mil contra Agripino Magalhães

0

Sikêra Jr. entrou com uma ação na Justiça por se sentir ‘perseguido’ pela comunidade LGBTQIA+, em especial pelo ativista Agripino Magalhães. De acordo com o site Notícias da TV, nesta quinta-feira (5), o jornalista pede R$100 mil em danos morais.

Mariano e Jakelyne Oliveira fazem rinoplastias juntos: “Nariz engessado”

O apresentador do ‘Alerta Nacional’, da RedeTV!, foi processado pelo ativista no ano passado, após fazer comentários homofóbicos durante o programa. O suplente de deputado do PSB denunciou Sikêra e a RedeTV! ao Ministério Público e o caso já está em fase de depoimento.

Em maio deste ano, Agripino voltou a processar o jornalista, após Sikêra o chamar de “suplente de baitola” e fazer outros comentários depreciativos. Por causa dessa rixa, o âncora do ‘Alerta Nacional’ protocolou uma ação na 20ª Vara Cível da Comarca de Manaus, no Tribunal de Justiça do Estado do Amazonas.

Nos autos do processo, Sikêra afirma que é perseguido, publicamente, pelo ativista LGBTQIA+ e que isso o prejudica no trabalho. O repórter pediu que, por tutela antecipada, Agripino tivesse que tirar publicações no Instagram com seu nome e fotos, mas o requerimento foi negado.

Agripino considera o processo uma “retaliação”

Em nota para o site Notícias da TV, Agripino Magalhães afirma considerar o processo uma ‘retaliação’ ao seu trabalho como ativista LGBTQIA+: “Se ele nunca viu alguém de verdade na frente dele para fazer justiça diante atos criminosos que ele pratica diretamente em rede nacional de televisão, ele encontrou uma pessoa de verdade na frente dele”.

O suplente de deputado federal ainda relembra a recente polêmica de Sikêra, que foi condenado por comentários LGBTfóbicos em junho deste ano: “Ele que vai me indenizar. Considero esse indeferimento uma vitória. Esse homem se sente além do bem e do mal. Mas ele está enganado e vai ter que se retratar. LGBTfobia é crime e ele encontrou um LGBTQIA+ de verdade que vai colocá-lo na cadeia”.

Procurado, Sikêra Jr. não comentou sobre o processo.

 

 

Veja também: Sérgio Hondjakoff, o Cabeção de ‘Malhação’, nega cárcere privado em vídeo: “Mais um boato”

Veja Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.