Senadores sobre salário mínimo de R$ 1.607: “crueldade”

Alguns parlamentares não concordam com o aumento do salário mínimo para 2021 e tentam debate na Casa. Saiba mais

4

Alguns senadores enxergam com “maus olhos” o aumento do salário mínimo para 2021. De acordo com o governo, a redução do reajuste se deve, por exemplo, à queda da inflação.

De acordo com projeto do Orçamento de 2021 o mínimo subirá, então, de R$ 1.045 para R$ 1.067. Por outro lado, a previsão era de R$ 1.075 para o próximo ano.

Senadores: novo salário é “crueldade” com o trabalhador

Alguns parlamentares, no entanto, querem debater a questão. Conforme estão se manifestando, este aumento não atende às necessidades dos trabalhadores.

Por exemplo, para o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), o valor do salário mínimo de R$ 1.067 é “crueldade” com o trabalhador.

Enquanto isso, o vice-líder do governo, Chico Rodrigues (DEM-RR), afirma que o valor não é o ideal. No entanto, que é o possível no atual cenário.

Os senadores, então, devem apresentar propostas para debater essa questão.

O aumento do salário mínimo

O projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2021, enviado em abril, fixava o salário mínimo em R$ 1.075 para o próximo ano. O valor, no entanto, pode ser revisto na proposta de Orçamento da União. Mas, isto depende ainda da evolução dos parâmetros econômicos.

De acordo com Ministério da Economia, a queda da inflação decorrente da retração da atividade econômica impactou o reajuste do mínimo. Em abril, a pasta estimava que o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) encerraria 2020 em 3,19%.

No projeto do Orçamento, a estimativa foi revisada para 2,09%. A regra de reajuste do salário mínimo que estabelecia a correção do INPC do ano anterior mais a variação do Produto Interno Bruto de dois anos antes perdeu a validade em 2019.

O salário mínimo, agora, é corrigido apenas pelo INPC. Além disso, considerando o princípio da Constituição de preservação do poder de compra do mínimo.

 

Com informações da Agência Senado Notícias e da Rádio Senado

Veja Também:

Está "bombando" na Internet:

4 Comentários
  1. Ernesto Diz

    Tem um erro 1607 tá ótimo 1067 e melho deixar no CDI

  2. Rosa Cristina de Melo dos Santos Diz

    De 1075,00 para 1.067,00, não serve nenhum. O salário mínimo do Brasil é uma vergonha. Só não passamos fome pq Deus é misericórdioso. Pq não baixam o salário dos deputados, e da um aumento de vergonha ao trabalhador? Trabalhamos tanto, pra na aposentadoria receber uma vergonha dessa.

  3. DanielD Diz

    Os políticos deveriam ser mais sensatos e pelo menos votarem no salário mínimo de $ 1.075,00 que já é uma vergonha um trabalhador que durante 30 , 40 anos ajudou o Brasil e crescer por erro do INSS porque não era informatizado de 1980 para baixo corta o valor pago ao o trabalhador aposenta por idade e recebe o mínimo de aposentadoria como fazer para pagar remédios água luz celular que não é luxo e nescessidade e se alimentar enfim manter uma casa pelo amor de Deus até quando isso Presidente Bolsonaro? ?????

  4. Waleria Diz

    Salário Mínimo já está falando mínimo uma vergonha. Precisamos de Salário Digno, gostaria de saber si o salário de vcs parlamentares fosse o mínimo dos mínimos ninguém iriam brigar pra sentar nessas cadeira. Nós Brasileiros que colocamos vcs onde vcs estão. Então retribuam queremos salários Dignos.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.