Senador diz que ganhou permissão de Bolsonaro para criar novo programa social

De acordo com o senador Marcio Bittar, do MDB do Acre, o presidente Jair Bolsonaro teria dado um "sinal verde" para um novo programa social

0

O senador Marcio Bittar, do MDB do Acre, afirmou nesta quarta-feira (16) que ganhou permissão do presidente Jair Bolsonaro para criar um novo programa social. De acordo com o senador, esse novo projeto substituiria o Bolsa Família e o Auxílio Emergencial a partir de janeiro de 2021.

Vale lembrar que Bittar é o relator do Orçamento Federal para o ano de 2021. Ou seja, ele tem um certo conhecimento sobre a questão das finanças. Seja como for, ele não deu detalhes sobre a realização desse programa.

“Descobrimos milhões de brasileiros que estão fora de qualquer programa assistencial. Eles vão continuar existindo em janeiro”, disse Bittar. “Tem que criar alguma coisa que abrace essas pessoas. Pedi o sinal verde do presidente e ele concordou”, completou o senador.

Ou seja, de acordo com o senador, a ideia do Renda Brasil não teria ficado para trás. Mas não se sabe exatamente se o senador estaria falando aqui da continuação do Renda Brasil ou de um novo programa social.

Informações do Senador

O senador explicou que não ia dar detalhes como custos, financiamentos, data de lançamento e formato do programa para não desencontrar as informações. Mas o fato é que ao divulgar essa informação o próprio senador acabou ajudando a desencontrar as informações.

É que o presidente Jair Bolsonaro acabou de dizer publicamente que o Renda Brasil não é mais uma realidade do seu governo. “Continua o Bolsa (Família) até 2022”, disse o presidente em um vídeo nas redes sociais.

Permissão do presidente

O presidente Jair Bolsonaro não falou publicamente sobre essa permissão. Seja como for, o senador disse que o fundamental agora seria “deixar os trabalhadores tranquilos quanto a criação de um programa para 2021”.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.